Músicas Prof Marcelo Bio-músicas - Vestibular1

Músicas Prof Marcelo Bio-músicas

Músicas Prof Marcelo Bio-músicas 

 

Músicas Prof Marcelo Bio-músicas

 

Músicas Prof Marcelo

1) ILARI-ILARIÊ (Xuxa)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Tá na hora, tá na hora

Desse sangue circular

Do ventrículo direito

Prá artéria pulmonar

Do pulmão vai pr‘uma veia

Que também chama pulmonar

Átrio e ventrículo esquerdo

Que prá aorta vai bombear

Ilá – ilá – ilariê, ar – ar – ar

É o sangue venoso

Na artéria pulmonar

Ilá – ilá – ilariê, ar – ar – ar

É o sangue arterial

Indo prá veia pulmonar

Através da veia cava

Sangue pode retornar

Para o átrio direito

Prá tudo recomeçar

2) MAMÃE EU QUERO (Música de Carnaval)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Inseto eu quero (há-há)

Inseto eu quero (há-há)

Inseto, eu quero respirar

Me dá a traqueia (há-há)

Me dá a traqueia (há-há)

Assim meu sangue não vai ter que transportar

O2 – O2 – O2 …

Rep – Ave – Mami

Respiram por pulmão

Brânquia é utilizada

Por ostra e camarão

A filotraqueia

É usada pela aranha

O sapo e a minhoca

Têm respiração cutânea

3) TREM DAS ONZE (Adoniran Barbosa)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Se prá transportar

A célula gasta ATP

É ativo, amor, não vá esquecer

Olha, que exemplo fácil

Bomba sódio e potássio

Que leva os íons de um lado

Menos pro mais concentrado

E o passivo, mulher

É outra coisa

ATP não é necessário gastar

Exemplo único

Osmose e difusão para lembrar

Isso é que é transportar

4) CORAÇÃO CORINTHIANO (Música de Carnaval)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Planária, cê não me engana

Você excreta por célula flama

Planária, cê não me engana

Você excreta por célula flama

Toda lombriga, tubos em “H”

Molusco e anelídeo

Nefrídio prá “excretá”

A planária não me engana

Ela excreta por célula-flama

No inseto e “aracnidi”

No intestino, tubos de Malpighi

No inseto e “aracnidi”

No intestino, tubos de Malpighi

Toda aranha, glândula coxal

E a glândula verde

Crustáceos em geral

No inseto e “aracnidi”

No intestino, tubos de Malpighi

5) GAROTA DE IPANEMA (Tom Jobim)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Olha que coisa mais linda

Mais cheia de graça

É ela auxina, que migra, que passa

Para o outro lado, ao iluminar

Planta, quando é colocada

Deitada, morena

Não importa o tamanho

Se é grande ou pequena

Vem a gravidade o AIA puxar

Ah, esse fototropismo

Ah, esse tal geotropismo

Ah, todo e qualquer tropismo

Se aproxima, é porque é positivo

Se afasta, é porque é negativo

Ah, se a planta soubesse

O que acontece

Quando se põe AIA

No caule, ele cresce

Mas lá na raiz

Ele é inibidor

6) ATIREI O PAU NO GATO (Música Infantil)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Para a contração do mús-cu-lo

Acti-na-na, miosi-na-na

Não encurtam-se, só deslizam-se

Sempre com, sempre com

Muito cálcio e ATP

7) CIDADE MARAVILHOSA (André Filho)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Esqueleto maravilhoso

Faz a sustentação

Protege, “produz o sangue”

Ajuda a locomoção

Todo inseto tem exoesqueleto

Que é feito de quitina

Pro crescimento faz muda, ecdise

Usando a neotenina (e ecdisona)

8) HINO DO CORINTHIANS

Versão biológica: Prof. Marcelo

Salve a insulina

Que o pâncreas fabrica aos montões

Se não fabrica

Diabete vem, complicações

E adrenalina

É feita na supra-renal

Tiroxina

Tireoide, bócio. iodo e sal

9) A TURMA DO FUNIL (Música de Carnaval)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Chegou, o impulso no dendrito

Passou pro corpo e seguiu

Pro axônio e sinapse, olha aí

Lá se foi mais um, mais mil

Secreta adrenalina

Ou acetil-colina

E assim mais um impulso

Passoooouuuuu…

10) TEREZINHA DE JESUS (Música Infantil)

r

Versão biológica: Prof. Marcelo

Depois da fagocitose

O alimento vai então

Para o tal de fagossomo

Pra sofrer a digestão

Então vem o lisossomo

Com o fago se juntar

E um vacúolo digestório

Os dois juntos vão formar

O que não tem serventia

É preciso eliminar

E o corpo residual

Vai então exocitar

11) PARABÉNS A VOCÊ (Música de Aniversário)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Se você come um bife

Cê comeu proteína

Forma amônia e ureia

E esta sai pela urina

E quem é que transforma a amônia em ureia ?

Fígado !!!

E pro fígado nada ?

Tuudoooo…

Então como é que é ?

É pique, é pique, é pique, pique pique

É hora, é hora, é hora,é hora, é hora

Rá, tim, bum

Fígado, fígado, fígado…

12) ESCRAVOS DE JÓ (Música Infantil)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Doença de Chagas

Destrói o coração

O barbeiro faz transmissão

Trypanosoma cruzi

É quem causa a lesão

Medida preventiva

É a dedetização

13) CIRANDA, CIRANDINHA (Música Infantil)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Mitocôndria, mitocôndria

É quem faz respiração

Ribossomo sintetiza

Proteínas de montão

O Complexo de Golgi

Armazena secreção

Lisossomo tem enzimas

Prá fazer a digestão

O retículo apresenta

A função de transportar

O centríolo participa

Da divisão celular

14) MÁSCARA NEGRA (Zé Kéti e Pereira Matos)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Tanto o musgo

Como a samambaia

Precisam de água pra fecundação

Gametófito é n

Esporófito é 2n

Alternância de geração

15) ANOITECEU (Tema de Natal)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Aconteceu

O dedo queimou

Impulso formou

A se propagar

Papai Noel

Me ajude a lembrar

Do arco reflexo

No vestibular

O impulso quando sai

Sai de um receptor e vai

O caminho é sempre igual

Neurônio sensorial

Até a medula espinhal

Depois disso passa então

Pro neurônio de associação

E depois para o motor

Que é o estimulador

Do seu órgão efetor

16) BALANCÊ BALANCÊ (Gal Costa)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Sem a vitamina C

Escorbuto pega você

E o raquitismo

Acontece porque

Falta a vitamina D

Quando há cegueira noturna

Falta a vitamina A

Quando há uma hemorragia

Falta a vitamina K

Sem a vitamina E

Rato não vai ter nenê

E o beribéri

Acontece porque

Falta a vitamina B (B1 !!!)

17) SINOS DE BELÉM (J. Pierpont)

Versão biológica: Prof. Marcelo

O encéfalo é formado

Lembre sempre bem

Pelo cérebro, cerebelo

E bulbo também

O encéfalo, junto com

Medula espinhal

Constituem o sistema

Nervoso central

O sistema autônomo

Tem duas divisões

Uma é o simpático

Que acelera os corações

O parassimpático

Prá contrabalançar

Faz o coração

Bater mais devagar

18) O TEU CABELO NÃO NEGA(Lamartine Babo e Irmãos Valença)

Versão biológica: Prof. Marcelo

A tua pele tem melanina

Que tem um papel protetor

E no verão, a pele transpira

Que é prá eliminar calor

Quando está frio

Entra em ação

Tua vasoconstrição

A hipoderme é um isolante “bão”

Ave e mamífero

Endotermos eles são

19) PULA A FOGUEIRA (João B. Filho)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Gimnosperma, iá, iá

Nunca tem fruto, iô, iô

É o vento que vai polinizar

O pinhão é uma semente

Mas a pinha não é flor

20) PRÁ FRENTE BRASIL

(Música da Copa de 1970)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Sistema aberto em ação

Molusco e artrópode

Anelídeo não

Todo vertebrado

Sistema fechado

De circulação

Novamente

O ventrículo esquerdo da gente

Bombeia prá aorta

Com alta pressão

Hemácia faz oxigenação

Plaqueta, coagulação

Vamos juntos, vamos

Prá frente glóbulos brancos

Contra a infecção

21) SAUDADES DA AMÉLIA

(Mário Lago e A. Alves)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Nunca vi fazer tanta insulina

Nem fazer tanta enzima rapaz

O pâncreas sintetiza a tripsina

Lipase, amilase

E outras enzimas mais

Você, na boca possui ptialina

Prá digerir o amido do pão

O estômago fabrica a pepsina

Que vai digerir carne, leite e feijão

Enzima que tem o final em psina

Só de proteína faz digestão

A bile do fígado não é enzima

Mas emulsiona qualquer gordurão

Enzima é que é proteína de verdade

Reação aumenta de velocidade

22) MENTIRA DA BARATA (Música Infantil)

Versão biológica: Prof. Marcelo

A barata diz que tem

Metamorfose total

É mentira da barata

Ela tem é parcial

Há, há, há

Há, há, há

Ela tem é parcial

23) CASAMENTO CAIPIRA

(Música de Festa Junina)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Com o núcleo espermático

Oosfera ia se casar

E um lindo embriãozinho

Oosfera iria formar

O outro núcleo espermático

Casou-se com núcleos polares

Assim nasceu endosperma

Em milho e outros lugares

Esse tal tubo polínico

É o gametófito masculino

O tal saco embrionário,

Gametófito feminino

24) O PATO (João Gilberto)

Versão biológica: Prof. Marcelo

O Plasto,

É encontrado em vegetais

Possui dois tipos principais

Cloroplasto e leucoplasto

E viva o plasto

O tal de cloroplasto

Tem DNA e RNA

E serve pra “fotossintetizar”

O leucoplasto é chamado grão de amido

Pois armazena esse polissacarídeo

Vacúolo serve pra armazenar

E pra osmose regular

25) CISNE BRANCO (Hino da Marinha Brasileira)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Lenho ou xilema leva a seiva bruta

Que é uma mistura de água e sais

Líber, floema, a elaborada

Água e açúcar dos vegetais

O lenho fica mais internamente

O líber mais para o exterior

Só nas pteri, gimno e angio

Existe tecido condutor

26) TREVO DE QUATRO FOLHAS (Nilo Sérgio)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Pulverizando a auxina

Nas plantas do meu jardim

Frutos, folhinhas,

Não caem ao léu

E os caules crescem

Prá perto do céu

E se a gente poda

Nossa plantinha

Adeus gema apical

Não tem mais AIA

E desenvolve

A tal gema lateral

27) EU TE AMO MEU BRASIL (Os Incríveis)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Na etapa luminosa ou fotoquímica

A clorofila absorve a luz

O plasto produz ATP

E faz “fotólisê”

Da água dando O2

12 de água, 6 CO2, energia

Vai dar glicose, 6 de água e 6 de O2

12 de água, 6 CO2, energia

Vai dar glicose, 6 de água e 6 de O2

Na etapa escura ou etapa química

O CO2 vai sofrer redução

O carboidrato surge então

Tem que ter ATP par essa reação

28) O SOLE MIO (Luciano Pavarotti)

Versão biológica: Prof. Marcelo

Tromboplastina

Quando tem cálcio

Faz protrombina

Virar trombina

Trombina

Trombina mia

(Faz) fibrinogênio

Virar fibrina

Músicas Prof Marcelo Bio-músicas

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta