Pressão - Vestibular1

Pressão

Pressão 

Guia de como escolher a profissão

Acontece, também, uma pressão a que somos submetidos desde nossa infância pelo processo chamado educativo, seja este familiar ou institucional. Esta pressão é capaz de camuflar nossas inclinações ou aversões, causando uma confusão entre o que é nossa vocação e o que podem ser interesses temporários.

São vários os determinantes em uma escolha: mercado de trabalho, status profissional, possibilidade de cursar uma faculdade fora de casa, influência dos pais, entre muitos outros, ainda mais em se tratando de uma escolha tão difícil quanto à escolha da profissão. As questões do sonho e da remuneração financeiras são pontos de extrema importância que devem ser considerados em um momento de escolha. Considere o que é mais importante para você.

Essa pressão para escolher uma profissão, somada a questão do vestibular, em que a maioria dos jovens precisa estudar horas e horas por dia e fazer cursos preparatórios para conseguirem uma vaga na universidade, gerando stress, ansiedade e insegurança ao jovem, principalmente quando existe uma pressão feita pelos pais. Os pais têm grandes expectativas em relação ao futuro profissional dos filhos, por isso muitas vezes acabam influenciando direta ou indiretamente na escolha dos mesmos.

Difícil para os pais que, preocupados com o futuro dos seus filhos, querem ajudar, mas, às vezes, não sabem muito bem como, ou nem sempre acertam; e para os filhos, que se veem diante da necessidade de tomarem uma grande decisão em suas vidas (normalmente a primeira!), ainda jovens e sem conhecerem todas as opções.

O que mais divide os jovens costuma ser a pressão dos pais, as chances de conseguir emprego após o curso, a remuneração e até a imagem criada pela mídia sobre certas profissões. Diante desse quadro, observam-se escolhas que são feitas sem nenhuma reflexão e informação, o que resulta em muitos profissionais insatisfeitos e no abandonos de muitos cursos. Para alguns especialistas o que vale mesmo é a afinidade com a carreira escolhida, devendo prevalecer a vocação.

Aliviar tamanha pressão é uma tarefa dos orientadores vocacionais, dos especialistas em educação, entre outros. A conversa em casa, segundo os psicólogos, é importante na definição do futuro profissional. Os pais devem buscar o equilíbrio: orientar sem direcionar a escolha.

Ao mesmo tempo a pressão para uma decisão rápida é enorme. Para o pai da psicanálise, Sigmund Freud, há duas questões cruciais na vida adulta: as relações afetivas e de trabalho. Os jovens sentem-se curiosos e angustiados, pois receiam não estarem escolhendo o curso certo, temem que não seja aquela a profissão de suas vidas.

Lembre-se, quem está escolhendo a profissão é você, quem vai cursar uma faculdade, fazer as provas e depois exercer a profissão será você e não os seus pais, seus professores ou amigos.Os pais, como sempre, querem ajudar os filhos, incentivando-os a escolher uma carreira que os fará felizes e realizados profissionalmente. No entanto, é você quem melhor sabe sobre seus interesses e habilidades. Por issoé você que tem as condições essenciais para escolher entre esta ou aquela profissão, procurando o máximo de informações possíveis sobre o que mais lhe agrada.

Para ser feliz na carreira e na vida, profissionais de sucesso dizem que é preciso ir além da pressão do vestibular. Escolher o que se gosta e valorizar o ato de estudar.

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta