Menu fechado
As principais notícias sobre Vestibular

Espetáculo Teatral Esamc

ESAMC Santos apresenta espetáculo teatral com entrada franca

Calendário dos vestibulares

Não perca essa!

O Vestibular1 vai tornar seus sonhos realidade!

Após sucesso de crítica e público em São Paulo, a peça As Folhas do Cedro, de Samir Yazbek, estreia dia 7 de outubro em Santos.

Com o apoio da ESAMC Santos, a Mecenato Moderno Produções traz à cidade a peça As Folhas de Cedro. O espetáculo, com apresentação gratuita, estreia nesta quinta-feira (7/10), às 19 horas, no teatro da faculdade, e segue em cartaz até sábado (9/10).

Com texto e direção assinados por Samir Yazbek, a peça conta a história de uma mulher, filha de um casal de imigrantes libaneses que, por meio de sua memória e imaginação, revisita suas origens, procurando sua identidade.

O drama, com duração de 60 minutos tem classificação mínima de 12 anos. As três apresentações terão entrada franca. Os ingressos poderão ser retirados uma hora antes do espetáculo, no local de sua apresentação. O Teatro ESAMC fica na rua Egydio Martins, 181, Ponta da Praia, em Santos (SP) e tem capacidade para 513 pessoas.

O elenco de As Folhas de Cedro é formado por Helio Cicero, Daniela Duarte, Douglas Simon, Gabriela Flores, Mariza Virgolino, Rafaella Puopolo e Giovanna Dorini. O espetáculo conta ainda com preparação de atores de Antônio Januzelli (Janô), cenografia e figurino de Laura Carone e Telumi Hellen, trilha sonora original de Marcello Amalfi e iluminação de Domingos Quintiliano.

A temporada em Santos, de As Folhas de Cedro, é uma realização da Companhia Teatral Arnesto nos Convidou, com o patrocínio da NET, administração da Mecenato Moderno e apoio da ESAMC Santos. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (13) 3269-5759.

Enredo – A história de As Folhas do Cedro é narrada pela filha de um casal de imigrantes libaneses, na São Paulo de hoje, que revisita suas origens, procurando sua identidade.

Para tanto, transporta-se ao Amazonas, nos anos 70, época em que a mãe fora buscar o marido que trabalhava como empreiteiro de obras na construção da estrada Transamazônica, durante a ditadura militar.

Identificada com a busca da mãe, a filha, por meio de sua memória e imaginação, procura desvendar a figura do pai e confronta-se com as demais personagens (um empreiteiro carioca, uma gerente alemã e uma nativa amazonense). A peça contrapõe o progresso – representado pelo pai – à tradição – representada pela mãe. A filha procura se integrar entre esses dois extremos.

A personagem menina representa a ancestralidade da filha; ora é a própria filha, ora a mãe, ora os antepassados da família, que viveram no Líbano.

Encenação – O diretor e autor Samir Yazbek trabalha as personagens em um plano simbólico, como se fossem arquétipos de uma mitologia pessoal. Tais arquétipos (Pai/Helio Cicero; Mãe/Daniela Duarte; Empreiteiro/Douglas Simon; Gerente/Rafaella Puopolo; Nativa/Mariza Virgolino; Menina/Giovanna Dorini) se mantêm em cena do início ao fim do espetáculo, interagindo entre si e com a narradora, ora como criaturas da filha, ora como criadores.

Um vasto material de pesquisa relacionado à cultura libanesa, à construção da estrada Transamazônica e às tradições de povos antigos, estimulou o processo de criação do espetáculo – sua linguagem amadureceu ao longo dos ensaios, através de workshops realizados pelos atores a partir das linhas temáticas da peça, como as raízes fenícias, a modernidade, além do desejo humano de ouvir e contar histórias.

Segundo Yazbek, a cenografia e o figurino instauram uma atmosfera que nos remete à vastidão da floresta amazônica, se desdobrando na paisagem desértica dos países árabes, aludida como metáfora da condição humana. A trilha sonora oscila entre a música oriental e a ocidental, revelando uma narradora dividida entre o arcaico e o contemporâneo. A iluminação estabelece a distinção entre a realidade e a imaginação, pontuando o percurso dramático da Filha.

Crítica da temporada em São Paulo – Baseado em um personagem real – o poeta Fernando Pessoa (1888-1935) -, o dramaturgo Samir Yazbek atingiu o auge com a peça O Fingidor (1999). Uma década depois, com As Folhas do Cedro, ele reencontra a inspiração ao traçar um paralelo entre um drama íntimo ficcional e uma questão da vida brasileira. (Dirceu Alves Jr. – Veja São Paulo)

A primeira observação que se pode fazer a respeito de As Folhas do Cedro, é que os seus 70 minutos de duração passam como se fossem 15. Ao final, uma sensação enigmática que produz perguntas, como, que teatro é este, que mundo é este que acaba de ser retratado no palco, ou em que mundo, afinal, vivemos? Uma peça de teatro que atinge clímax como este a que presenciamos, quando as luzes se apagam, cumpriu dignamente seus objetivos. (Jair Alves – Site Cooperativa Setenta e Nove)

Magia, palavra fácil, mas é o que ocorre quando o elenco de As Folhas do Cedro deixa lentamente o palco (.). Seguro da escrita e das emoções a transmitir, o dramaturgo, ele mesmo, coloca sua obra no palco, e o resultado é excelente (.). A cena de chuva é a síntese eloquente de um espetáculo emotivo com um elenco exato. (Jefferson Del Rios – O Estado de São Paulo)

Raramente assisti a uma peça em que todos os aspectos se conjugam para produzir um grande espetáculo teatral: direção, interpretação, iluminação, trilha e um texto eivado de delicadeza e sensibilidade. (Maria Adelaide Amaral, dramaturga e escritora)

Mas o ponto mais alto é sem dúvida a interpretação do elenco. E não é só Helio Cicero, como sempre arrasando. O mesmo pode ser dito de Daniela Duarte, Douglas Simon, Gabriela Flores, Mariza Virgolino e Rafaella Puopolo. E quem mais encanta é Marina Flores, que, como as demais crianças em cartaz nos musicais (.), dá a sensação de que o nosso teatro do futuro será imbatível. (Maria Lúcia Candeias – Site Aplauso Brasil)

Yazbek, que também assina a direção, desenha uma encenação que transpira lirismo e singeleza (.) Trata-se de um espetáculo sensível, que se vale de uma trama simples para falar de coisas profundas, como a sempre bem vinda tentativa de se reatar laços que um dia foram rompidos. (Vinício Angelici – Site Stravaganza)

Serviço:

Espetáculo: As Folhas do Cedro

Estreia: 7 de outubro de, quinta-feira, às 19 horas

Local: Teatro ESAMC Santos – Rua Egydio Martins, 181 – Ponta da Praia

Temporada: 8 de outubro (sexta-feira) às 19h e 9 de outubro (sábado) às 19h.

Entrada Franca: retirada de ingressos uma hora antes no local do espetáculo.

Classificação etária: 12 anos

Gênero: Drama

Duração: 60 minutos

Capacidade: 513 lugares

Ficha Técnica:

Espetáculo: As Folhas do Cedro

Texto e direção: Samir Yazbek

Elenco: Helio Cicero, Daniela Duarte, Douglas Simon, Gabriela Flores, Mariza Virgolino, Rafaella Puopolo e Giovanna Dorini (criança)

Preparação de atores: Antônio Januzelli (Janô)

Cenografia e figurino: Laura Carone e Telumi Hellen

Trilha sonora original: Marcello Amalfi

Iluminação: Domingos Quintiliano

Assistência de direção: Izabel Hart

Operação de som: Vinícius Andrade

Operação de luz: Osvaldo Gazotti

Pintura de arte: Juvenal Irene

Costura cenográfica: Oneide Cauduro

Costura de figurino: Judite de Lima e Salete André da Silva

Aulas de língua árabe: Aida Hanania

Aulas de dança árabe: Angélica Rovida

Programação visual: Juliana Vinagre

Fotografia: Fernando Stankuns

Design do blog: Diego Spino

Assistência de produção: Marcela Cappabianco

Produção geral: Silvia Marcondes Machado

Administração: Mecenato Moderno

Realização: Companhia Teatral Arnesto nos Convidou

Leis de Incentivo à Cultura: PROAC / Governo do Estado de SP

Mais informações sobre o espetáculo: www.asfolhasdocedro.arnesto.art.br

Tags do Vestibular1

Vestibular da UEPG

Vestibular UDF

Vestibular Unitau

Provas Vestibular FMU

Vestibular Unicid

Notícias sobre o Enem I

Notícias sobre o Enem II

Notícias sobre o Enem III

Notícias sobre o Enem IV

Conteúdos do Enem

Cartão do Enem

Fumec recebe inscrições

Notícias sobre Enem 1

Notícias sobre Enem 2

Notícias sobre Enem 3

Vestibular UFSJ

Vestibular Newton Paiva

Local prova do Enem

Vestibular Fiap

Vestibular Módulo

Trabalhe em Casa

Saúde Integral

Vestibular da UFPR

Cursos gratuitos da FGV

Consórcio Universidades em MG

Incentivo a Leitura

Semana Cultural Inatel

Destaques Guia do Estudantes

Vídeo Aulas grátis no Vestibular1

Preparação e conteúdos para provas de vestibular

O Código de Ética para Vestibulando

Depoimentos sobre o Vestibular1 – Deixe o seu também!

Conheça o Exclusivo

Guia de Como Escolher a Profissão

Revise com Vestibular1, e tenha um aprendizado empolgante para Vestibular e Enem

Visite a página de Opção de Carreira Navegue também pelas carreiras

Veja também links de carreiras Veja as tendências de carreiras

Publicado em:Notícias,Notícias das Universidades

Você pode gostar também