Menu fechado
Resumos de Livros por Vestibular1

A Morte do Lidador de Alexandre Herculano

 

A Morte do Lidador de Alexandre Herculano

A Morte do Lidador de Alexandre Herculano, assim como várias outras obras de seu autor, Alexandre Herculano, se passa durante a invasão árabe à Península Ibérica, um de seus temas favoritos.

Além do rigor histórico que lhe é característico, o escritor também expõe outro lado seu bastante conhecido: o nacionalismo, sendo considerado inclusive o introdutor e desenvolvedor da narrativa histórica em Portugal.

Alexandre Herculano publicou diversas narrativas, lendas, contos e novelas dedicados a temas históricos.

Foi escritor, jornalista, historiador, e poeta romântico. É considerado um dos introdutores do Romantismo em Portugal. Seu trabalho literário foi o ponto de início para o desenvolvimento da prosa da ficção moderna também em Portugal.

A Morte do Lidador de Alexandre Herculano passa-se em julho de 1170. O Lidador referido no título é o cavaleiro Gonçalo Mendes da Maia, integro e de bom caráter, 95 anos de idade e 80 de luta. Um modelo de herói, sem vícios, audacioso e de personalidade exemplar, e que possui um único objetivo: trazer a vitória para o seu povo e reino. Gonçalo Mendes foi escolhido pelo rei para proteger a fronteira da Cidade de Beja.

Ele e um pequeno grupo de cavaleiros lutam contra os mouros e ele é ferido. Em nova batalha contra os mouros, que receberam reforços, ele mata um dos líderes e morre; quando um dos cavaleiros mata o líder dos reforços, os mouros fogem.

Neste conto Alexandre Herculano desafia a verossimilhança: quase 1000 soldados mouros fogem de alquebrados 70 portugueses apenas porque seu líder morreu.

 

Leia sobre o Romantismo

Apostilas de todas as matérias para download grátis. Resumos, revisão de matérias, trabalhos prontos, exercícios resolvidos, simulados e muito mais! Vestibular e Enem.

A Morte do Lidador de Alexandre Herculano

Publicado em:Resumos de livros

Você pode gostar também