Menu fechado
Resumo de Livro Obras por Vestibular1

Paródia da Carta de Caminha de Oswald de Andrade

 

Resumo Paródia da Carta de Caminha de Oswald de Andrade

Pero Vaz de Caminha 

a descoberta

Seguimos nosso caminho por
este mar de longo
Até a oitava da Páscoa
Topamos aves
E houvemos vista de terra

os selvagens

Mostraram-lhes uma galinha
Quase haviam medo dela
E não queriam pôr a mão
E depois a tomaram como espantados

as meninas da gare

Eram três ou quatro moças bem moças e bem gentis
Com cabelos mui pretos peles espáduas
E suas vergonhas tão altas e tão saradinhas
Que de nós as muito bem olharmos
Não tínhamos nenhuma vergonha

Oswald recria, poeticamente, a Carta de Caminha a D. Manuel.
Veja em Paródia da Carta de Caminha de Oswald de Andrade – As meninas de Gare a justaposição do histórico ao moderno as indígenas  a que Pero Vaz se refere são  vistas como as meninas da gare (gare, palavra francesa que significa estação de estrada de ferro).

Veja também a biografia de Oswald de Andrade

Está pronto para fazer os simulados express? São 24 questões, não perca a oportunidade de testar seus conhecimentos. Vestibular e Enem.

A redação é um dos grandes desafios para quem vai fazer vestibular ou ENEM. O apoio dado pela seção Redação Nota 10 do Vestibular1 tem informações e dicas exclusivas

Faça o nosso Teste de Ansiedade

Fique antenado com as datas de vestibulares – Confira na seção do Calendário!

Acesse: Guia de Estudos da Fuvest ou o Guia de Matérias da Fuvest

Veja também: Dúvidas resolvidas de estudos e outras, Dúvidas em Carreiras e Profissões e Dúvidas Sanadas de matérias e Redação. Aqui você encontra as dúvidas mais frequentes sanadas pelos professores e colaboradores do Vestibular1.

Apostilas em formato PDF para download grátis, com resumos, simulados, exercícios, revisão e muito mais.

Paródia da Carta de Caminha de Oswald de Andrade

Publicado em:Resumos de livros

Você pode gostar também