Menu fechado
Resumo de Livro Obras por Vestibular1

Queda que as mulheres têm para os tolos de Machado de Assis

 

Queda que as mulheres têm para os tolos de Machado de Assis

Pequeno texto de crítica de costumes, publicado primeiramente no periódico A Marmota (Rio de Janeiro, 19, 23, 26 e 30/04 e 03/05/1861) e depois neste pequeno volume de 43 páginas, pela mesma Typographia de Francisco de Paula Brito – onde Machado trabalhou como revisor e colaborador. O texto deste ensaio satírico, durante muito tempo foi creditado ao próprio Machado. Recentemente, foi estabelecido que se trata de uma versão do panfleto anônimo (atribuído a Victor Henaux), De l’amour des femmes pour les sots (Liège, F. Renard, 1859).

Queda que as mulheres têm para os tolos de Machado de Assis – Trechos escolhidos

Queda que as mulheres têm para os tolos – Advertência
Este livro é curto, talvez devera sê-lo mais.
Desejo que ele agrade, como me sai das mãos; mas é com pesar que me vanglorio por esta obra.
Falar do amor das mulheres pelos tolos, não é arriscar ter por inimigas a maioria de um e outro sexo?
….
Exalto os tolos sem rancor, e se critico os homens de espírito, é com um desinteresse, cuja extensão facilmente se compreenderá.

Queda que as mulheres têm para os tolos – II
Desde a mais remota antiguidade, sempre as mulheres tiveram a sua queda para os tolos.
Alcibíades, Sócrates e Platão foram sacrificados por elas aos presumidos do tempo. Turenne, La Rochefoucauld, Racine e Molière, foram traídos por suas amantes, que se entregaram a basbaques notórios. No século passado todas as boas fortunas foram reservadas aos pequenos abades. Estribadas nesses exemplos, as nossas contemporâneas continuaram a idolatrar os descendentesdos ídolos das suas avós.

Não é nosso fim censurar uma tendência, que parece invencível; o que queremos é motivá-la.
Por menos observador e menos experiente que seja, qualquer pessoa reconhece que a toleima é quase sempre um penhor de triunfo. Desgraçadamente ninguém pode por sua própria vontade gozar das vantagens da toleima. A toleima é mais do que uma superioridade ordinária: é um dom, é uma graça, é um selo divino.

O tolo não se faz, nasce feito.
…..

Queda que as mulheres têm para os tolos – V
O tolo é um amante sempre contente e tranquilo. Tem tão robusta confiança nos seus predicados, que antes de ter provas, já mostra a certeza de ser amado. E assim deve ser. Em sua opinião faz uma grande honra à mulher a quem dedica os seus eflúvios.

Queda que as mulheres têm para os tolos – VII
O homem de espírito, assustado com o vácuo imenso, que deixa no coração uma afeição que se perde, só rompe o laço que o prende à causa de dilacerações interiores.
Como bem se disse, sendo preciso um dia para conseguir, é preciso mil para se reconquistar.

Queda que as mulheres têm para os tolos – XI
Compreende-se, por este curto esboço, como e quanto diferem os tolos e os homens de espírito nos seus meios de sedução. A conclusão final é, que os tolos triunfam, e os homens de espírito falham, resultado importante e deplorável, nesta matéria sobretudo.

Queda que as mulheres têm para os tolos – XIII
Sim, sim, é mister ousar tudo para com as mulheres.

Leia também a biografia de Machado de assis

Veja também: Dúvidas resolvidas de estudos e outras, Dúvidas em Carreiras e Profissões e Dúvidas Sanadas de matérias e Redação. Aqui você encontra as dúvidas mais frequentes sanadas pelos professores e colaboradores do Vestibular1. Vestibular e Enem.

 

Queda que as mulheres têm para os tolos de Machado de Assis

Publicado em:Resumos de livros

Você pode gostar também