Menu fechado
Resumo do Livros, Leia a obra completa Vestibular1

Sermão de Santo Antonio aos Peixes de Padre Antonio Vieira

 

Sermão de Santo Antonio aos Peixes de Padre Antonio Vieira

Pregado em São Luís do Maranhão, em 1654. Revela fina ironia, riqueza nas  sugestões alegóricas e agudo senso de observação sobre os vícios e vaidades do Homem, comparando-o através de alegorias, aos peixes.

Critica a prepotência dos grandes que, como peixes, vivem do sacrifício de muitos pequenos, os quais “engolem” e “devoram”.
O alvo são os colonos do Maranhão, que no Brasil são grandes, mas em Portugal “acham outros maiores que os comam, também, a eles.”

Censura os soberbos (=rocandores), os pregadores (=parasitas); os ambiciosos (=voadores); os hipócritas e traidores (= polvos).

O polvo com aquele seu cabelo na cabeça, parece um monge; com aqueles seus ralos estendidos, parece uma estrela; com aquele não ter osso nem espinha, parece a mesma brandura, a mesma mansidão.
E debaixo dessa aparência tão modesta ou dessa hipocrisia tão santa, testemunham constantemente (…) que o dito polvo é o maior traidor do mar.”

É muito conhecido o exórdio deste sermão.
Observe  a unidade e a circularidade do argumento, que retorna sempre o ponto inicial, o conceito predicável:

Sermão de Santo Antonio aos Peixes
Vós sois o sal da terra”.
VOS ESTIS SAL TERRAE – Math,5 ,1

Vós , diz Cristo Senhor nosso, falando com os Pregadores, sois o sal da terra: e chama-lhes sal da terra, porque quer que façam na terra, o que faz o sal. O efeito do sal é impedir a corrupção, mas quando a terra se vê tão corrupta como está a nossa,havendo tantos nela, que têm o ofício de sal, qual será ou qual pode ser a causa desta corrupção? Ou é porque o sal não salga, ou porque a terra se não deixa salgar.
Ou é porque o sal não salga, e os Pregadores não pregam a verdadeira doutrina: ou porque a  terra se não deixa salgar, e os  ouvintes , sendo verdadeira  a doutrina, que  lhes dão, e  não querem receber: ou é  porque o sal não salga, e os Pregadores dizem uma cousa, e fazem outra, ou porque a terra se não deixa salgar e os ouvintes em vez de servir a Cristo servem a seus apetites.
Não é tudo isto verdade? Ainda mal..”

 

Sermão de Santo Antonio aos Peixes

Publicado em:Resumos de livros

Você pode gostar também