Menu fechado
Acordo Ortográfico Prós e Contras Vestibular1

Revisão de Português: Acordo Ortográfico Prós e Contras

 

Português: Acordo Ortográfico Prós e Contras

Resumão – Revisão da Matéria de Português – Revisando seus conhecimentos
Português: Acordo Ortográfico Prós e Contras

Revisão de Português: Acordo Ortográfico Prós e Contras

 

Acordo Ortográfico Prós e Contras

A equipe do Portal EducaRede ouviu dois especialistas, Douglas Tufano, professor de Português e História da Arte, e autor de livros didáticos e paradidáticos nas áreas de Língua Portuguesa e Literatura, e José L. Fiorin, Professor Associado do Departamento de Lingüística da FFLCH da Universidade de São Paulo (USP), que defendem posições diferentes em relação ao Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

Para Tufano, embora não seja completamente favorável ao Acordo, esse momento é considerado um passo à frente no projeto de unificação ortográfica, mas ainda está longe do pretendido objetivo. “Nesse caso, o Acordo poderia ter sido mais ousado e abrangente”.
Outra questão levantada por Tufano é a falta de clareza quanto ao uso do Hífen: “o maior dos problemas no Acordo é a confusão que se estabeleceu quanto ao uso do hífen nas locuções.

No uso do hífen com os prefixos, as regras são quase todas bem simples, mas ao tratar do uso do hífen nas locuções, como “maria vai com as outras” ou “pé de moleque”, o Acordo não é nada claro e a publicação do dicionário da Academia Brasileira de Letras não contribuiu em nada para esclarecer essa questão”.
Segundo Tufano, a resolução desse problema passa pela elaboração do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP), considerada uma fonte oficial de consulta e que já deveria estar publicado antes do Acordo entrar em vigor, para evitar confusões.

José L. Fiorin, Professor Associado do Departamento de Lingüística da FFLCH da Universidade de São Paulo (USP), concorda que algumas normas são tecnicamente mal formuladas, principalmente nas bases 15 e 16 do Acordo, em relação ao Hífen, que carrega dubiedade no entendimento das regras.
A resolução desse problema está na elaboração do “Vocabulário Ortográfico Da Língua Portuguesa”, outro ponto de concordância entre os especialistas.

Mas, ao contrário de Tufano, José L. Fiorin é plenamente a favor do Acordo, principalmente em seu aspecto político, já que unifica a grafia nos países lusófonos e cria uma unidade na Comunidade de Língua Portuguesa. Até então, tínhamos duas grafias oficiais, a utilizada em Portugal, que é a mesma nas ex-colônias africanas e asiática, e a usada no Brasil.

Segundo Fiorin, “reafirmar a unidade ortográfica é reafirmar a unidade de base da Língua Portuguesa”. O especialista fez questão de salientar a diferença entre grafia e língua: “A língua é viva e muda tanto de país para país, com seus sotaques e gírias, como de geração para geração dentro do mesmo território. A unificação está somente na grafia”.

Por fim, Fiorin analisou o impacto do Acordo nas salas de aula: “não interfere em nada a assimilação dos estudantes”. O professor aponta três antigos problemas de ortografia nas escolas, e ressalta que nenhum deles foi contemplado no acordo.

São eles:
1. Uma letra que representa vários sons. Ex: a letra “X” tem som de “C” na palavra auxílio e som de “Z” em exame;
2. Várias letras representam o mesmo som. Ex. Em beleza, o “Z” tem som de “Z”, em exame, o “X” também tem som de “Z”, e em casa, o “S” tem a mesma característica, som de “Z”;
3. A não correspondência entre a letra e o som. Ex. A palavra “Sol”: como a letra “L” tem som de “U”, alunos podem escrever “Sou”, o mesmo se dá com a palavra “Sal”, que pode ser escrita, equivocadamente, “sau”.

Para o Professor, uma forma de resolver essa questão está no automatismo da escrita, que vai aos poucos eliminando essas dúvidas. O entrevistado aponta uma forma bastante eficiente para alcançar esse automatismo, que é a memória visual das palavras, ou seja, quanto mais os alunos lerem, menos errarão na escrita. Mais um dado que evidencia a importância do hábito da leitura.

Saiba mais sobre o acordo ortográfico:
Acordo Ortográfico
Acordo Ortográfico em Tirinhas
Acordo Ortográfico Perguntas Frequentes
Acordo Ortográfico Principais Regras
Reforma Ortográfica – Guia Prático da Nova Ortografia

Revisão de Português: Acordo Ortográfico Prós e Contras

Fonte:EducaRede

Publicado em:Matérias,Português,Revisão Online

Você pode gostar também