Fonologia Ortografia - Vestibular1

Fonologia Ortografia

Revisão de Português: Fonologia Ortografia

 

Português: Fonologia Ortografia

Resumão – Revisão da Matéria de Português – Revisando seus conhecimentos
Português: Fonologia Ortografia

Revisão de Português: Fonologia Ortografia

 

Fonologia Ortografia

Parte da gramática que cuida da correta grafia das palavras. Vejamos alguns artifícios que podem ser úteis.

 

Fonologia Ortografia – Emprego do S

1. O fonema /Z/ será grafado com “S” depois de ditongo: louSa, paiSagem, maiSena, SouSa

2. Os sufixos “OSO/OSA” (cheio de…) devem ser grafados com “S”: charmoSa, dengoSa, venenoSa, raivoSo

3. Os sufixos “ESA / ISA / ESSA”, formadores de femininos, são grafados com “S”: baroneSa, condeSSa, duqueSa, papiSa

4. Todas as flexões dos verbos “QUERER / PÔR’’: quiS, puS, puSer, quiSeSSe, uSei

5. Nos grupos “IST / UST”: miSto, juSto, ciSTo, juSto

6. São grafadas com “S” palavras indicadoras de origem, nacionalidade, posição social ou título, derivadas de substantivos.
• cortÊS (corte), burguÊS (burgo)
• pequinÊS (Pequim), camponÊS (campo)
• japonÊS (Japão), paranaENSE (Paraná)
• javanÊS, botucatuENSE

7. Grafam-se com S palavras derivadas de verbos terminados em nDER, nDIR e com SS derivadas de verbos terminados em DER ,DIR: pretenSão (pretender), regreSSão (regredir)

 

Fonologia Ortografia – Emprego do Z

1. Verbos em “ISAR” são grafados com “S” apenas quando a palavra primitiva apresentar a sequência IS + VOGAL.
Caso não apresente essa sequência, o verbo será grafado com “Z”:
• encamISAr, (camISA), pesquISAr (perquISA)
• amenIZAr, (ameno), cicatrIZAr (cicatrIZ)
• catequIZAr, (catequESE), batIZAr (batISMo)

2. São grafados com – Z – substantivos abstratos derivados de adjetivos:
• viuveZ (viúvo), estupideZ (estúpido)
• beleZa (belo), pequeneZ (pequeno)

3. Quando houver a correlação – Z / C / Ç –
• feliZ (feliCidade), aZedo (áCido)
•  veloZ (veloCidade), preZar (preÇo)

 

Fonologia Ortografia – Emprego do – C e do Ç

1. Depois de ditongo, o fonema sibilante será grafado com – C / Ç -: coiCe, feiÇão, traiÇão, foiCe

2. Quando houver a correlação – T / C / Ç – : absorÇão, (absorto), canÇão (canto), exceÇão (excetuar), marCiano (Marte)

3. Nos sufixos – AÇO / IÇO / UÇO – : caniÇo, ricaÇo, dentuÇo

4. Derivados de verbos terminados em – TER / DIR / MIR -, quando tais terminações não desaparecem: retenÇão, (reter) adiÇão, (adir), remiÇão (remir), abstenÇão (abster).

 

Fonologia Ortografia – Emprego do X

1. Depois de ditongo, o fonema chiado deve ser grafado com – X – : ameiXa, baiXo, trouXa, peiXe.
Obs.: cauCHo, recauCHutar.

2. Depois da inicial – EN – usamos – X – : enXaqueca, enXoval, enXurrada – exceção (enCHova).
Obs.: Se a palavra for derivada de outra que já apresente – CH -, este se conserva: enCHarcar (charco), enCHente (cheio), enCHapelar (chapéu), enCHouriçar (chouriço) .

3. Depois da inicial – ME -, o som chiado será grafado com – X -: meXerica, meXer, meXilhão, MéXico.
Obs.: meCHa e derivados (mechagem, mechado…) e meCHoação.

4. Depois da vogal – E -, o fonema / Z / será grafado com – X – : eXato, eXemplo, eXagero.

5. Em vocábulos de origem tupi, africana ou árabe: Xavante, abacaXi, EreXim.

 

Fonologia Ortografia – Emprego do J

1. Nos vocábulos de origem tupi, africana ou árabe: Jiboia, moJi, Jia, alforJe.
Cuidado: viagem( substantivo), viajem( verbo)

 

Fonologia Ortografia – Emprego do G

1. Nas terminações – ÁGIO, – ÉGIO, – ÍGIO, – ÓGIO, – ÚGIO: adáGIO, colÉGIO, vestÍGIO, relÓGIO, refÚGIO.

2. Nos verbos em – GER e – GIR: eleGER, fuGIR, proteGER .

3. Nas terminações de substantivos em – GEM -: folhaGEM, vertiGEM, ferruGEM.

 

Fonologia Ortografia – Emprego do E e do I

1. Os ditongos nasais /ãy/ e /õy/: pÕE, cÃEs, mÃE.
OBS.: /UY/ (nasal) apenas em MUITO.

2. Verbos terminados em – AIR – OER – e – UIR – apresentam flexões em – i -; verbos terminados em – UAR – e – OAR – apresentam flexões em – E -: corrÓI, possUI, continUE, ensabOE.

 

Fonologia Ortografia – Emprego do H

1. O -H- inicial só é usado quando justificado pela origem da palavra: hábil, hesitar, homem, harmonia, habitar, história.

2. O -H- inicial é eliminado quando a palavra recebe um prefixo: inábil, desarmonia.

3. O -H- inicial permanecerá nas palavras compostas unidas por hífen: Super-homem, pré-história.

4. O -H- é empregado no final de algumas interjeições: ah!, oh!.

 

Estude na sequência: 
Fonologia Sílaba e Divisão Silábica
Fonologia Encontros Vocálicos e Consonantal
Fonologia Alfabeto e Fonética 

Revisão de Português: Fonologia Ortografia

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta