Frentes Climáticas - Vestibular1

Frentes Climáticas

 

Frentes Climáticas

Frentes Climáticas

Revisão de Geografia: Frentes Climáticas por Vestibular1

Frentes Climáticas

O clima nas regiões temperadas do mundo é controlado por depressões. Elas são formadas quando as massas de ar polares encontram as massas subtropicais. O limite de confronto das duas massas de ar é chamado de frente polar. As depressões consistem em círculos de ar que giram num raio de centenas de quilômetros. As depressões possuem tanto frentes quentes quanto frentes frias.

As frentes quentes ocorrem quando o ar quente subtropical se impõe por sobre a massa fria de ar polar, formando um manto de nuvens que podem comportar chuvas leves ou neve. As frentes frias ocorrem após as frentes quentes. O ar frio desce sob o ar quente. Isto pode resultar em nuvens heterogêneas (cumulunimbus) que comportam chuvas fortes ou neve.

O estudo climático é objeto de interesse de todos, e esse interesse se relaciona à necessidade de se estabelecer um conhecimento prévio dos fenômenos ligados à atmosfera. A previsão de fenômenos como as grandes cheias dos rios, os períodos de longas secas, ou de invernos rigorosos, que podem provocar a destruição de áreas agrícolas, o desabrigo ou até a morte um grande número de pessoas.

O conhecimento do clima é de fundamental importância para o homem, pois uma série de atividades que realiza, como agricultura, abastecimento de água, transportes…, estão intimamente relacionados a ele.

Atmosfera
O envelope de ar que cobre a Terra contém basicamente nitrogênio (78%) e oxigênio (21%). Embora insignificante em quantidade, algo como 0,03% do total, o CO2 é importante porque absorve e retém calor, que de outra forma, escaparia para o espaço, mantendo constante a temperatura do planeta.

As atividades humanas, porém vêm aumentando a concentração de CO2 e de outros gases no ar, o que desequilibra a harmonia e provoca a elevação da temperatura global. É o chamado efeito estufa. Acredita-se que a temperatura pode subir até 4,5º C em cinquenta anos. Alguns destes gases também reagem com o vapor de água da atmosfera, tornando a chuva ácida. Ela pode contaminar lençóis de água e oceanos (2/3 das chuvas caem sobre eles). Por sua vez , o clorofluorcarbono (CFC) usado na refrigeração, destroi o manto de ozônio, protetor contra os raios ultravioletas do Sol. Eles causam câncer de pele, catarata e afetam o fitoplâncton, a fina camada vegetal sobre o oceano, responsável pela vida no mar.

O CO2 responderia por mais da metade de um aumento de 1º C. O mundo produz 750.000 toneladas de clorofluorcarbonos (CFCs) ao ano.

Revisão de Geografia: Frentes Climáticas por Vestibular1

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta