Geografia Física - Vestibular1

Geografia Física

Revisão de Geografia: Geografia Física

 

Geografia: Geografia Física

Resumão – Revisão da Matéria de Geografia – Revisando seus conhecimentos
Geografia: Geografia Física

Revisão de Geografia: Geografia Física

 

Geografia Física

Camadas da Terra

1) Atmosfera: camada gasosa, subdivisões: troposfera, estratosfera, quemosfera, ionosfera, mesosfera e exosfera;
2) Hidrosfera: camada líquida, oceanos e mares;
2.1) Massas Líquidas (Oceanos e Mares): A salinidade varia de um oceano para o outro e até num mesmo oceano. Devido às temperaturas. Áreas intertropicais – maior evaporação, maior concentração média de sal. A água do maré mais densa do que a água dos rios. Devido a salinidade, temperatura e profundidade.
• Banquisas – água do mar congelada com espessura máxima de cerca de 20m. Ocorrem quando a temperatura da superfície chega a –3o C.
• Icebergs – blocos de gelo de água doce que flutuam nos oceanos provenientes de geleiras polares, que se desprendem e são arrastados pelas correntes.
2.2) Movimentos da água do mar:
• Maré: movimento vertical (subida e descida) provocado pelas forças de atração do Sol e da Lua sobre a superfície terrestre. A diferença vertical entre a preamar e a baixa-mar chama-se amplitude das marés. Nas luas cheias e novas – maiores amplitudes. Maremotriz – é a energia gerada através da força da maré. Pequenas ondas – marolas, grandes ondas – vagas. Quando ocorrem terremotos no fundo do mar surgem os maremotos.
• Correntes marítimas: movimentos horizontais da água do mar provocado pelo movimento de rotação da Terra, diferenças de temperatura e força dos ventos. Influenciam na pesca, no clima e na navegação.
2.3) Oceanos:
• Oceano Pacífico: banha o oeste das Américas, o leste da Ásia e a Oceania. Fossas de Mindanau e das Marianas. Intensa atividade sísmica.
Principais correntes:
a) Frias:
– Corrente de Humboldt: vinda da Antártida, atinge a costa do Peru e do Chile. Favorece a pesca e é responsável pela formação do deserto do Atacama;
– Corrente da Califórnia: costa oeste dos EUA e México, formação de desertos.
– Corrente das Curilas: ao norte do Japão
b) Quentes:
– Corrente do Japão
– Corrente do El Niño: pacífico-sul. No Brasil, inundações no Sul e secas no Centro-Nordeste.
• Oceano Atlântico: Leste das Américas e o oeste da Europa e África. Intenso tráfego de navios. Fossas de Miwalkee e das Ilhas Virgens.
a) Frias:
– Corrente do Labrador: vinda do Ártico e atinge a costa leste do Canadá e nordeste dos EUA. Congelamentos rigorosos.
– Corrente das Falklands ou Malvinas: vinda da Antártida e atinge a costa leste da Argentina. Baixas temperaturas na Patagônia, geadas e frentes frias no Brasil.
b) Quentes:
– Corrente do Golfo: parte do Golfo do México e atinge a Europa Ocidental e Nórdica. Não permitindo congelamentos, amenizando o clima e favorecendo a pesca e a navegação.
– Outras: Correntes Norte Equatorial, Sul Equatorial, do Brasil, das Guianas e das Antilhas.
• Oceano Índico: Sul da Ásia, leste da África e oeste da Austrália. Mais quentes dos oceanos. Não possui frentes frias. Corrente quente das monções. Fossa de Java.
• Oceano Glacial Ártico: acima do Círculo Polar Ártico, norte das Américas, da Europa e da Ásia. Grandes banquisas. Degelo parciais próximos dos continentes.
• Oceano Glacial Antártico: abaixo do Círculo Polar Antártico. Quase totalmente congelado. Banha o continente antártico.
Tratado Antártico – interesse de várias potências em pôr bases no continente. Motivos:
– presença de reservas minerais estratégicas;
– águas oceânicas ricas em peixes, crustáceos e baleias;
– base de pesquisas científicas;
– posição geográfica favorável à instalação de bases militares.
2.4) Mares: partes dos oceanos encaixados nos continentes, ou entre continentes e ilhas. Tipos:
• Mares costeiros ou litorâneos ou abertos: localizados nas plataformas continentais e participam da vida dos oceanos. Ex.: Mar das Antilhas, na América Central; Mar de Bering, norte do Pacífico; Mares de Bengala e Arábico, sul da Ásia; Mares da China Meridional e Amarelo, na China; Mar do Japão.
– Mar do Norte: atividade pesqueira e exploração do petróleo pela Inglaterra e Noruega.
• Mares Continentais ou Interiores: interior dos continentes. Comunicação entre si ou com oceanos, através de estreitos ou canais. Ex.:
– Mar Mediterrâneo: banha Europa, Ásia e África. Mais importante dos mares, intensa atividade comercial.
– Mar Vermelho, entre África e Oriente Médio. Rota comercial.
• Mares Fechados ou Isolados: lagos de água salgada. Surgiram de movimentos tectônicos. Ex.: Mares Cáspio e Aral, na Ásia; Mar Morto, na Palestina; Lago Salgado nos EUA.
• Mar de Aral: perdeu ¾ de seu volume e 50% da superfície. Irrigação para a agricultura.
2.5) Estreitos: passagens naturais, importantes pontos estratégico-econômicos. Ex.:
• Estreito de Bering: separa Rússia dos EUA;
• streito de Magalhães: Une o Atlântico ao Pacífico, sul da América do Sul, as saídas são controladas pela Argentina e pelo Chile;
• streito de Gibraltar: Une Atlântico ao Mediterrâneo, controlado pela Inglaterra;
• Estreito de Ormuz: Liga o Oceano Índico ao Golfo Pérsico. Escoamento de petróleo, controlado pelo Omã e pelo Irã;
• Estreito de Bab el Mandeb: Liga o Mar Vermelho ao Oceano Índico.
2.6) Canais: passagens artificiais, construídas pelo homem. Ex.:
• Canal de Suez: Une o Mar Mediterrâneo ao Mar Vermelho, controle do Egito;
• Canal do Panamá: Une o Atlântico ao Pacífico pela Am. Central. Sistemas de comportas, devido ao relevo e ao desnível de águas dos dois oceanos. Controlado pelos EUA, importância comercial e militar. O controle passará para o Panamá no final de 1999.
• Canal da Mancha: canal na natural, localizado entre a Inglaterra e a França. Eurotunnel – liga os dois países, fluxo comercial, de trabalhadores e de turistas.
• Canal de Corinto: Sul da Grécia, unindo o Mar Egeu ao Mar Jônico.
3) Litosfera ou Crosta Terrestre: camada sólida, 100 km de espessura.
3.1) Rochas:
• Rochas Magmáticas ou ígneas: esfriamento ou solidificação do magma. Dividem-se em:
» Cristalinas: mais antigas, localizadas na superfície terrestre. Ex.: granito
»Vulcânicas: mais recentes, solidificação do magma através das erupções. Ex.: basalto
• Rochas Sedimentares: decomposição das rochas magmáticas, mediante agente de erosão. Predominantes no solo.
• Rochas Metamórficas: agregação de certas Rochas Sedimentares, mediante condições especiais de temperatura e pressão. Ex.: mármore – agregação do calcário
3.2) Agentes Internos: movimentos tectônicos; na vertical, formam falhamentos e na horizontal, formal dobramentos. Principais movimentos tectônicos:
» Vulcanismo: material magmático é expulso do interior da Terra para a superfície.
» Abalo sísmico: tremor de terra. Epicentro: lugar onde se deu o terremoto.
Círculo do Fogo: mais intensa área vulcânica do mundo. Costa oeste da América, leste da Ásia e Oceania.
Placas Tectônicas: placas rochosas e móveis que compõe a crosta terrestre. Nas emendas ocorrem atividades vulcânicas e sísmicas.
Grau Geotérmico: Descendo-se 33 m na crosta, aumenta-se 1o ºC.
• Agentes de Ação Externa ou Agentes Erosivos: alteram a superfície terrestre. Fatores:
Chuvas – erosão pluvial rios – erosão fluvial vento – erosão eólica
Mar – erosão marinha ou abrasão neve – erosão nível geleira – erosão glacial
Homem – erosão antrópica ou biológica
Intemperismos – físico (variação de temperatura) químico (umidade)
• Plataforma Continental: é a parte do fundo do mar que atinge aprox. 200m de profundidade. É a mais importante para o homem. Abundância de recursos como: peixes, algas e minerais.
4) Camada Pastosa ou incandescente – subdividida em:
• Manto
• Camada Intermediária
• Núcleo Central: presença de ferro e níquel

 

Coordenadas Geográficas:
1) Paralelos: linhas no sentido horizontal, 0o a 90o N e de 0o a 90o S;
2) Equador: paralelo de 0o, divide a Terra em hemisférios Norte (Setentrional) e Sul (Meridional);
3) Meridianos: linhas no sentido vertical, 0o a 180o E e de 0o a 180o W;
4) Greenwich: meridiano de 0o, divide a Terra em hemisférios Leste (Oriental) e Oeste (Ocidental);
5) Latitude: distância em graus de qualquer ponto da Terra à linha do Equador;
6) Longitude: distância em graus de qualquer ponto da Terra ao Meridiano de Greenwich;

 

Clima: conjunto de fenômenos meteorológicos.
A) Elementos do clima:
1) Temperatura – a atmosfera e a curvatura (arredondada) do planeta influenciam na intensidade de calor dos raios solares. No Equador, mais calor, menos atmosfera. Nos polos, menos calor, mais atmosfera.
2) Umidade do Ar: quantidade de água contida na atmosfera. Quanto mais elevada a temperatura, maior será a umidade do ar e vice-versa.
3) Pressão atmosférica: é o peso que o ar exerce na superfície terrestre. A pressão varia de acordo:
• Com a temperatura: quanto mais quente o ar menor será a pressão;
• Com a altitude: quanto maior a altitude menor será a pressão.
4) Vento: o ar se movimenta devido às diferenças de temperatura ou de pressão. O deslocamento do ar é sempre de áreas mais quentes, ou de regiões de altas pressões para as de baixa pressão. Tipos de ventos:
• Ventos regulares: são ventos que sopram sempre na mesma direção.
Ventos alísios: sopram das regiões temperadas para as equatoriais;
Ventos contralísios: sopram das altas camadas da troposfera equatorial para as temperadas.
• Ventos periódicos: sopram ora uma direção ora ao contrário a esta direção.
Ex.: vento de monções e as brisas.
• Ventos locais: são ventos que sopram temporariamente num determinado lugar.
Ex.: Mistral – vento frio e seco na França.
B) Fatores do Clima:
1) Latitude: à medida em que a latitude aumenta a temperatura diminui e vice-versa;
2) Altitude: à medida que a altitude aumenta a temperatura diminui e vice-versa;
3) Homem: através dos desmatamentos, construção de barragens e da poluição da atmosfera;
4) Relevo: quando montanhoso, pode obstruir a passagem da umidade dos ventos;
5) Vegetação: quando densa (floresta) não permite um maior aquecimento do solo;
6) Continentalidade: regiões interioranas recebem menos influência oceânica, portanto terão menos umidade e serão mais frias no inverno do que as regiões litorâneas. Tratando-se de mesma latitude;
7) Correntes marítimas: Correntes frias – provocam invernos rigorosos nas áreas onde passam; Correntes quentes – partem do equador, evitando congelamentos.

 

Revisão de Geografia: Geografia Física Fonte: Alub pré-vestibular

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta