Menu fechado
Industrialização no Brasil Geografia Vestibular1

Revisão de Geografia: Industrialização no Brasil

 

Geografia: Industrialização no Brasil

Resumão – Revisão da Matéria de Geografia – Revisando seus conhecimentos
Geografia: Industrialização no Brasil

Revisão de Geografia: Industrialização no Brasil

 

Industrialização no Brasil
Industrialização Tardia

-Aconteceu pós II Guerra Mundial.

EUA e Europa vendiam industrializados para os países subdesenvolvidos, e estes mandavam matéria prima.
Comércio entre EUA e Europa enfraquece com os países subdesenvolvidos, e volta-se principalmente a indústria Bélica.

Os países subdesenvolvidos têm que desenvolver a indústria que comprava das grandes potências, é a chamada Indústria de Substituição. (Tardia)
Volta da venda de industrializados dos EUA e Europa para os países subdesenvolvidos, mas há algumas tarifas alfandegárias para garantir o Protecionismo.
Entrada de Multinacionais e transnacionais nos países subdesenvolvidos, evidenciando a entrada de capital externo, nos tornando mais dependentes.

 

Pós Segunda Guerra Mundial
Obs.: Multinacional é diferente de Transnacional. A primeira se caracteriza por uma indústria que transfere sua produção para o país, mas mantém sua administração e padrões de produção no país da matriz. Já transnacionais transferem a parte produtiva e sua administração para o país, adequando sua produção os valores locais.

 

Indústria Brasileira Pós Segunda Guerra Mundial
Consolida-se o modelo urbano industrial.
Forte presença do capital externo.
O governo Vargas constrói a CSN(Companhia Siderúrgica Nacional) e a Petrobrás.
Durante o governo Vargas desenvolve-se uma política nacionalista.
Durante o governo J.K. aumentou a participação do capital externo devido à abertura de estradas, à construção de Brasília e a vinda da Indústria Automobilística.

 

Dívida no governo J.K.
Deu-se o aumento desta com a necessidade do Estado entrar na economia como o responsável pela infraestrutura.
A partir de tal atitude do Estado, vamos discutir sobre os investimentos na indústria pela Tríplice Aliança, sendo esta, a elite nacional, o capital externo e o Estado.
A Elite Nacional investiu na indústria de Bens de Consumo não durável.
O Capital Externo em indústrias de Bens de Consumo Durável.
E o Estado na Indústria de Bens de Produção.

 

Industrialização: da Ditadura aos dias de hoje
A Ditadura iniciou-se em 1964, intensificou com o tempo e foi marcada pela crueldade de suas torturas, adotando a política do Pão e Circo, que preservava a alimentação e a diversão da população, principalmente.

Os grandes projetos elaborados nesse período contribuíram para o aumento da nossa dívida externa, através do chamado “milagre brasileiro”, que durou entre 1968 à 1973. Nesse processo de intensa industrialização aumentou-se o parque industrial brasileiro.

Em 1973 ocorreu a 1º crise do petróleo por problemas diplomáticos entre os EUA e os países exportadores deste produto. Com a elevação do preço do barril de petróleo, os juros cobrados em cima de nossas dívidas aumentaram, fazendo o Brasil pegar dinheiro emprestado com outros países favorecidos com a alta do petróleo, são os chamados petrodólares.

Isso aumentou significantemente nossa dívida externa, e desestabilizou um país que parecia estar numa corrente financeira, política e econômica ascendente.

Em 1979 aconteceu a 2º crise do petróleo, e de novo se elevou os juros nas grandes potências, mas o Brasil não tinha mais a quem recorrer para pedir dinheiro emprestado para pagar os juros, nos levando a entrar na década de 80 em crise, daí vem o nome “década perdida”.

As medidas tomadas pelo governo foi emitir moeda, que elevou ao absurdo nossa inflação; trabalhar em cima da balança comercial pelo superávit, levando ao equilíbrio da balança de pagamentos; e até declarar moratória.

Nos anos 90 o fim do socialismo torna o mundo neoliberal, e com isto aumenta a participação do capital e de produtos externos na economia, e, consequentemente, a saída do estado desta, daí a explicação pelo grande número de empresas privatizadas no Brasil hoje em dia.

Anos 80 Anos 90
Guerra Fria (1947-90) Nova ordem Mundial
EUA x URSS
Bipolaridade
Globalização
Multipolaridade
Economia
1º Plano – Poder Bélico
2º Plano – Poder Econômico
Economia
1º Plano – Poder Econômico
2º Plano – Poder Bélico
Poder Econômico – Caracterizado pelo
neoliberalismo, vê-se o poder nos blocos
econômicos e a intensificação da globalização.

Revisão de Geografia: Industrialização no Brasil

Publicado em:Geografia,Matérias,Revisão Online

Você pode gostar também