Menu fechado
Biologia Celular Leis Celulares e Classificação de Bizzozero Vestibular1

Revisão de Biologia: Biologia Celular Leis Celulares e Classificação de Bizzozero

 

Biologia: Biologia Celular Leis Celulares e Classificação de Bizzozero

Resumão – Revisão da Matéria de Biologia – Revisando seus conhecimentos
Biologia: Biologia Celular Leis Celulares e Classificação de Bizzozero

 

Biologia Celular Leis Celulares e Classificação de Bizzozero

Lei da constância do volume celular ou lei de Driesch

O volume é constante para todas as células de um mesmo tecido, em todos os indivíduos da mesma espécie e mesmo grau de desenvolvimento (ou seja, mesma idade).

De acordo com essa lei, o volume celular independe do tamanho do indivíduo. De fato, analisando-se células hepáticas de um anão e de um gigante, pode-se verificar que, nos dois casos, o volume das células é o mesmo.

Isso significa que a diferença no tamanho dos órgãos deve-se ao número de células que, no gigante, é muito maior.
A lei de Driesch não se aplica às chamadas células permanentes.

 

Lei de Spencer

Segundo Spencer, a superfície de uma célula varia de acordo com o quadrado da dimensão linear e o volume com o cubo da mesma.

Spencer imaginou uma célula cúbica que, inicialmente, possuía arreste de 1 mícron. Calculando a superfície e o volume do cubo temos:

I= S = 6a² > 6(1)² = 6 u²
V = a³ > (1)³ = 1u³

Se essa célula crescer e a aresta passar a 2 mícrons, superfície e volume são diferentes.

II= S = 6a² > 6(2)² =24u²
V = a³ > (2)³ = 8u³

Note-se, portanto, que enquanto a superfície aumentou 4 vezes, o volume aumentou 8 vezes. Esse aumento desproporcional do volume faz com que a célula tenha um excesso de citoplasma, que a força a entrar em divisão celular.

A Lei de Spencer é um fator mitógeno (leva a célula à divisão).

 

Classificação de Bizzozero

Conforme a sua duração no organismo, as células podem ser classificadas em:

Células lábeis: células dotadas de ciclo vital curto. Continuamente produzidas pelo organismo, permitem o crescimento e a renovação constante dos tecidos onde ocorrem.
Exemplos: glóbulos brancos (leucócitos), glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e células epiteliais (revestimento).

Células estáveis: células dotadas de ciclo vital médio ou longo, podendo durar meses ou anos. Produzidas durante o período de crescimento do organismo essas células só voltam a ser formadas em condições excepcionais, como na regeneração de tecidos (uma fratura óssea, por exemplo).
Dentre as células estáveis, podemos citar: osteócitos (ósseas adultas), hepatócitos (células do fígado), células pancreáticas, musculares lisas etc.

Células permanentes: células de ciclo vital muito longo, coincidindo, geralmente, com o tempo de vida do indivíduo. São produzidas apenas durante o período embrionário.
Na eventual morte dessas células, não há reposição, uma vez que o indivíduo nasce com o número completo e necessário de suas células permanentes.
Essas células simplesmente aumentam de volume (exceção à lei de Driesch), acompanhando o crescimento do indivíduo.
Como permanentes, podemos citar as células nervosas (neurônios) e as células musculares estriadas.

 

Observação de Células

Os instrumentos que permitem uma visualização da célula são ditos microscópios. Podemos observar as células:

– In vivo: observação de células em seu estado natural.
– Supravital: observação da célula após tratamento com substâncias químicas que não decomponham as células, deixando-as vivas.
– Post-mortem: observação de células fixadas, isto é, substâncias que provocam a morte da célula, sem perda de sua arquitetura normal.

Geralmente, depois de fixadas, as células são coradas.

– Corantes: substâncias portadoras de grupos químicos coloridos, utilizados somente em microscopia óptica, que identificam determinada estrutura celular.

 

Principais Corantes
– DNA – Feulgem
– Verde Janus Beta – mitocôndrias
– Hematoxilina – centríolos, retículos endoplasmático
– Sais de Ag+, Os, U – complexo de Golgi
– Reativo de Schiff – polissacarídeos (técnica de PAS)
– Sudam III – gorduras

Continue estudando Biologia Celular:
Biologia Celular Histórico
Biologia Celular Níveis de Organização Celular
Biologia Celular Membrana Plasmática
Biologia Celular Transportes pela membrana Plasmática
Biologia Celular Hialoplasma ou Citoplasma Fundamental

 

Revisão de Biologia: Biologia Celular Leis Celulares e Classificação de Bizzozero

Publicado em:Biologia

Você pode gostar também