O que é espaço geográfico - Vestibular1

O que é espaço geográfico

O que é espaço geográfico

Revisão de Geografia: O que é espaço geográfico por Vestibular1

O que é espaço geográfico

Ao mesmo tempo em que o homem modifica a Natureza, ele cria um espaço ou lugar para viver e garantir a sua existência.

Constrói campos de cultivo (a agricultura), cidades, estradas, indústrias, extrai da natureza minerais com os quais fabrica vários produtos de que necessita, cria gado e muitas outras coisas.

Os espaços produzidos pelo homem recebem o nome de espaços geográficos.

Desse modo, podemos compreender que o espaço geográfico inclui a Natureza e o homem.

NA PRODUÇÃO OU CRIAÇÃO DO ESPAÇO GEOGRÁFICO, OS HOMENS RELACIONAM-SE ENTRE SI

a) Os indígenas e a Natureza

Pode ser verificado, através da História, que o homem é um produtor de espaços geográficos.

Ele transforma o espaço terrestre segundo as suas necessidades e interesses, criando, assim, espaços geográficas. Observe, por exemplo, a História do Brasil. Antes de o colonizador* ou conquistador português chegar ao Brasil e iniciar a exploração dos recursos naturais e o povoamento do território, existia aqui uma Natureza primitiva (vegetação, rios, animais, solo etc.).

A Natureza não tinha sofrido ainda grande modificação pelo homem. Aqui viviam os indígenas, os primeiros habitantes da terra, mas eles pouco tinham modificado a Natureza, por várias razões:

1) havia um número pequeno de indígenas em relação ao grande território

2) utilizavam primitivos instrumentos de trabalho

3) a organização social e econômica era simples (você sabe que os homens organizam-se em grupos para garantir a reprodução da espécie e para produzir os seus meios de subsistência)

4) os indígenas eram coletores de produtos vegetais (frutos, raízes e folhas), pescadores,. caçadores e poucas tribos praticavam ou conheciam a agricultura;

5) não existia, na sua organização social e econômica, a propriedade individual, isto é, a Natureza e os seus recursos pertenciam a todos, e a produção obtida era repartida entre os membros da tribo; formavam, assim, uma sociedade igualitária (de iguais) ; as relações dos membros da tribo eram de cooperação. Ainda, atualmente, os indígenas que não foram aculturados * pelos brancos veem a Natureza de forma diferente da maioria das pessoas “civilizadas “. Entendem que ele é fonte de recursos ou de vida. Respeitam-na. Caçam ou pescam apenas o necessário para sua subsistência. A Natureza não é vista por eles como fonte de lucro.

b) O espaço não é de todos e sim de alguns

Quando o conquistador ou colonizador português chegou ao território brasileiro, ele começou a reconstruir ou criar o espaço geográfico de forma diferente do espaço criado pelos indígenas.

Assim como para os indígenas, o que interessava ao colonizador era também garantir a sua subsistência.

Entretanto, a organização social e econômica do colonizador era bem diferente da do indígena.

Enquanto entre os indígenas não havia dinheiro, desejo de lucro, sentimento de propriedade individual ou de posse da terra ou de seus recursos, entre os colonizadores esses costumes já existiam e foram introduzidos no Brasil, pois era assim que muitos países da Europa se organizavam.

Por causa de sua superioridade técnica, como, por exemplo, os armamentos que possuíam, começaram a conquistar o espaço. Tomaram as terras dos primitivos habitantes do Brasil (os indígenas). Além disso, muitos destes foram expulsos para o interior do território ou ainda escravizados e/ou exterminados* em lutas ou através de contágios de doenças.

Tendo a posse do espaço e de sua gente, os colonizadores passaram a organizá-lo ou recriá-lo, segundo as suas necessidades e interesses.

Derrubaram matas e introduziram o cultivo de produtos que, além de atender às suas necessidades de subsistência, se destinavam à exportação.

Mas nem todos os homens eram donos de terra ou do comércio. Havia os trabalhadores assalariados (que recebem um pagamento em dinheiro pelo seu trabalho) e os escravos negros, trazidos da África.

Os homens construíram, no território brasileiro, como em outros países do mundo, vilas, cidades, estradas, alteraram cursos de rios para a irrigação de terras e para a produção de energia elétrica, e muitas outras coisas.

Alteraram o espaço natural e produziram o espaço geográfico.

Foi uma obra maravilhosa, de coragem, de dificuldades e de muito trabalho, mas que apresentou, por sua vez, grandes injustiças e conflitos entre os homens. Por que isso ocorreu?

Porque, no ato de produção ou reconstrução do espaço geográfico, predominaram os interesses individuais e não os coletivos (de todos), como ocorre em muitas sociedades indígenas. Uns tornaram-se possuidores de terras e dos instrumentos de produção( máquinas, ferramentas, edifícios etc.), e a grande maioria dos homens ficou apenas com a sua força de trabalho, força essa que é comprada por um salário quase sempre insuficiente para subsistir.

Diante do que acabamos de expor, podemos concluir que o espaço e os seus recursos não pertencem a todos os membros da sociedade que nele vivem, e sim a alguns.

E assim tem sido, até os dias atuais, o aproveitamento econômico do espaço terrestre e a construção do espaço geográfico pelos homens.

O espaço é organizado ou modificado segundo os interesses do grande capital (de grandes empresas ou grandes capitalistas, isto é, que possuem muito dinheiro). É o caso, por exemplo, do povoamento recente das Regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil.

Os interesses do grande capitalista chocam-se com os interesses do pequeno agricultor, do garimpeiro, dos indígenas e dos homens sem terra ou trabalhadores. Chocam-se também com a necessidade de se manter o equilíbrio da natureza.

Vê-se, então, que o espaço geográfico reflete ou reproduz a sociedade que nele vive e principalmente as relações que se estabelecem entre os homens na busca de sua subsistência.

 

Revisão de Geografia: O que é espaço geográfico por Vestibular1

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta