Menu fechado
Revisão de Geografia: Queimadas por Vestibular1

Revisão de Geografia: Queimadas

 

Geografia: Queimadas

Resumão – Revisão da Matéria de Geografia – Revisando seus conhecimentos
Geografia: Queimadas

 

Revisão de Geografia: Queimadas

Queimadas

Queimadas, fogos provocados pelo homem que queimam a vegetação de uma floresta. Apesar dos enormes riscos que envolve a prática não só se mantém como cresce em número de ocorrências, tanto no sudeste asiático como no Brasil. A utilização do fogo para criar clareiras na selva, com a finalidade de cultivar alimentos nessa área, é comum a muitos povos que atingiram o estágio de agricultores itinerantes.

No Brasil, quase todos os povos indígenas que habitavam a Amazônia o faziam, para que as cinzas fertilizassem as terras, frequentemente pobres, e chamavam essa prática de “coivara”‘. Em condições normais, a umidade natural da floresta e as frequentes chuvas limitavam a superfície destruída. Depois de feita a colheita, era necessário abandonar a roça, porque a terra não suportava uma nova plantação, o que permitia que a vegetação natural se recuperasse.

Era uma rotina adotada pelos aborígenes, conforme salientou “Euclydes da Cunha”, em “Os Sertões”; foi um triste legado transmitido aos primeiros ocupantes estrangeiros. A prática de atear fogo à mata e aos restos culturais persistiu nestes 500 anos de ocupação do território e provavelmente assim continuará a ser, por muitos anos.

Os efeitos das queimadas são mais agravantes porque, além dos agricultores e pecuaristas, também os madeireiros, lenhadores e carvoeiros usam o fogo como auxiliar, não respeitando nem mesmo as matas nativas, destruindo um bem incalculável e insubstituível – a biodiversidade.
Há muitas décadas, especialmente no período de agosto e novembro, os aeroportos das regiões Norte e Centro-Oeste não podem operar sequencialmente devido ao excesso de fumaça, que predomina na atmosfera.

Uma ocorrência catastrófica registrada em fins dos anos oitenta ficou conhecida como “Os grandes incêndios da Amazônia” ateados pelas equipes contratadas por empresas, para implantar explorações pecuárias e, o que foi estarrecedor, estas companhias receberam incentivos fiscais, pela dedução no Imposto de Renda, em um Programa Especial de Aplicações da SUDAM.
As proporções do incêndio foram de tal magnitude, que os satélites dos EUA detectaram o sinistro e os técnicos americanos alertaram as autoridades brasileiras para a amplitude das queimadas.

Um grande incêndio ocorreu no Parque Nacional das Emas, GO destruindo cerca de 500 quilômetros quadrados de reservas florestais. Em janeiro de 1998 ocorreu um mega incêndio no Estado de Roraima. Devido à falta de equipamentos e pessoal habilitado, a queimada somente foi debelada com a ocorrência de chuvas.

A prática, aparentemente mais econômica, da queima da vegetação ocasiona danos aos recursos naturais, que se tornarão muito onerosos no futuro. A acumulação dos elementos que resultam da queima da vegetação, associada à dos combustíveis fósseis utilizados nos veículos e na indústria, têm contribuído para a ocorrência do efeito estufa, cujas consequências diretas e indiretas sobre a saúde humana e dos animais ainda não foram devidamente avaliadas; seus efeitos sobre as condições climáticas estão sendo analisados, mas as primeiras conclusões são desalentadoras para as produções agrícolas e pecuárias.

No momento, a palavra de ordem é pegar firme na revisão de matérias, visite as seções de Vestibular e de Enem elas podem te ajudar a complementar o estudo e revisão das disciplinas na internet!

Continue estudando: Revisão de Geografia: Incêndios Florestais

Revisão de Geografia: Queimadas

Publicado em:Geografia,Matérias,Revisão Online

Você pode gostar também