Menu fechado
Sintaxe Concordância Nominal Revisão de Português no Vestibular1

Revisão de Português: Sintaxe Concordância Nominal

 

Português: Sintaxe Concordância Nominal

Resumão – Revisão da Matéria de Português – Revisando seus conhecimentos
Português: Sintaxe Concordância Nominal

Revisão de Português: Sintaxe Concordância Nominal

 

Sintaxe Concordância Nominal

Concordância é um fenômeno linguístico, no qual se percebe que certos grupos de palavras apresentam as mesmas flexões em função da dependência de uma palavra à outra.

O adjetivo

Como regra geral o adjetivo concorda com o substantivo em gênero e número:
Ex.: menino educado – menina educada
Ex.: meninos educados – meninas educadas

Casos Especiais
1) O adjetivo, após dois ou mais substantivos, pode concordar com o mais próximo (quando se refere só a ele) ou for para o plural (quando se refere a todos):
Ex.:Escolhi um cravo e uma rosa branca.
Ex.: Escolhi um cravo e uma rosa brancos.

Observações:
a) quando se refere a substantivos de gêneros diferentes, o adjetivo vai para o masculino plural: Gosto de mamão e pera maduros.
b) quando se refere a substantivos sinônimos ou que se apresentam em gradação, concorda com o mais próximo: Apreciamos o orgulho e a altivez feminina.

2. O adjetivo, colocado antes de dois ou mais substantivos, pode concordar com mais próximo ou ir para o plural (se os substantivos forem nomes próprios ou títulos): Ruidosas alunas e alunos correm pelo pátio.

3. Dois ou mais adjetivos ficam no singular quando se referem a partes de um substantivo plural:
É um estudioso das línguas francesa, russa e grega.
Os adjetivos que substituem advérbios ficam invariáveis: Ela escreve correto (corretamente).

O adjetivo, com função de predicativo (do sujeito ou do objeto), concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere: José e sua sobrinha viajaram juntos.

Observação:
Se o predicativo estiver precedendo dois ou mais núcleos do objeto, pode concordar com o mais próximo:
Encontrei preocupada a menina e o menino.
O adjetivo, com função de predicativo, fica no masculino se o sujeito do verbo “ser” não estiver determinado; estando o sujeito determinado concorda com ele: Caça é proibido aqui; A caça é proibida aqui.

Casos Particulares

1. Obrigado, Mesmo e Próprio
Concordam em gênero e número com o nome a que se referem: Muito obrigada, disse a menina.
2. Anexo e Incluso são adjetivos e, portanto, variáveis: Enviaremos anexas (inclusas) as contas.
Observação – Em Anexo é locução adverbial, por isso é invariável: As contas foram enviadas em anexo.

3. Meio
A palavra pode ser empregada como:
a) numeral – é sinônimo de “metade” e é variável, concordando com o substantivo a que se refere: Ela comeu meia manga.
b) advérbio – é sinônimo de “um pouco” e é invariável: Maria está meio distraída.

4. Muito, Pouco e Bastante
Também estas palavras podem ser empregadas de duas maneiras:
a) Quando advérbios relacionam-se com o adjetivo ou o verbo e são invariáveis: Ela é muito/pouco/bastante estudiosa.
b) Quando pronomes relacionam-se com o substantivo e concordam com ele em gênero e número: Ele tem muitos/poucos/bastantes livros.
5. Quite
Concorda em número com o substantivo a que se refere: Eu estou quite contigo.
6. Salvo
a) Quando sinônimo de “livre” é variável por ser adjetivo: As atletas estão salvas.
b) Quando sinônimo de “exceto” é invariável por ser preposição: Choveu a semana toda, salvo quarta-feira.
8. Leso
Significa ferido, violado e concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere: Crime de lesa-pátria.
9. Só
a) Quando sinônimo se “sozinho” é adjetivo, é variável: As crianças ficaram sós.
b) Quando sinônimo de “somente” é advérbio, é invariável: As crianças estão só brincando.
Observação: a expressão A Sós é invariável por ser locução adverbial: Ela nunca consegue ficar a sós.
10. Menos
É invariável, uma vez que é advérbio: Ela estava meio distraída.
11. Alerta
É advérbio e, portanto, invariável: Fiquem todos alerta.
12. Pseudo
É invariável, por ser prefixo: Ele é uma pseudoverdade.
13. Haja Vista
É expressão invariável que equivale a “tendo em vista”: Haja vista os motivos dados por ele, concordaremos com isso.
14. A Olhos Vistos
É expressão invariável que equivale a “visivelmente”: Ele emagrecia a olhos vistos.
15. Possível
Quando faz parte das expressões superlativas o(a) mais, o(a) menos, o(a) maior, o(a) menor,
o(a) melhor, o(a) pior, a palavra possível concorda com o artigo:
Todos estavam o mais atentos possível./ Eram os quadros mais belos possíveis.
Esse foi o melhor dos presentes possível./ Comprei as melhores peras possíveis.
16. Um e Outro, Nem Um Nem Outro
O substantivo fica sempre no singular; o adjetivo se estiver presente, deverá ficar no plural:
Refiro-me a uma e outra mulher americana.
Não comprei nem uma nem outra obra recomendadas.

Apêndice – Concordância Verbal

Na concordância verbal, o verbo é o termo que deverá apresentar as flexões em relação ao sujeito. Assim, podemos dizer que o verbo se subordina ao sujeito, pois é ele o termo determinante das flexões do verbo.

Regra Geral: O verbo concorda com o sujeito em número e pessoa:
Tu conheces Pedro?
Nós estamos muito felizes.

Continue estudando: Sintaxe Concordância Nominal Casos Especiais Sujeito

Estude na sequência:
Sintaxe Concordância Nominal Casos Especiais Verbos

Revisão de Português: Sintaxe Concordância Nominal

Publicado em:Matérias,Português,Revisão Online

Você pode gostar também