Sintaxe Termos da Oração - Vestibular1

Sintaxe Termos da Oração

Revisão de Português: Sintaxe Termos da Oração

 

Português: Sintaxe Termos da Oração

Resumão – Revisão da Matéria de Português – Revisando seus conhecimentos
Português: Sintaxe Termos da Oração

Revisão de Português: Sintaxe Termos da Oração

 

Sintaxe Termos da Oração – Complemento nominal

É o termo que completa o sentido de um nome incompleto do mesmo modo como o objeto completa o verbo. Vem sempre acompanhado de preposição.
O nome completado pelo complemento nominal é um adjetivo, advérbio ou substantivo e é sempre abstrato.
1. Completando substantivos: As crianças têm necessidade de proteção.
2. Completando adjetivos: Isso é benéfico ao país.
3. Completando advérbios: Sempre pensamos favoravelmente aos jovens.

 

Sintaxe Termos da Oração – Agente da Passiva

É o termo que, na voz passiva analítica (com auxiliar), designa o ser que realiza a ação verbal da qual o sujeito é o paciente. O agente da passiva vem sempre precedido de preposição: Este quadro foi pintado por Renoir.

Observações:
» Nem sempre o agente da passiva está expresso: A janela foi consertada ontem.
» O agente da voz passiva sintética jamais está expresso: Vende-se um barco.

 

Sintaxe Termos da Oração – Adjunto adnominal

É o termo de valor adjetivo que gira em torno de um núcleo substantivo ou substantivado de outro termo da oração. O adjunto adnominal pode pertencer:
• Ao sujeito: Aquele livro é meu.
• Ao predicativo: Ela é tua amiga?
• Ao objeto direto: Traga o jornal.
• Ao objeto indireto: Gosto de sorvete de morango.
• Ao complemento nominal: Ele tem adoração por esta moça.
• Ao agente da passiva: A revista será lida por vários alunos.
• Ao aposto: Aquele é Pedrinho, filho de Maria.
• Ao vocativo: Meu Deus, ajuda-nos.

Observações:
A) Muitas vezes há mais de um adjunto adnominal em torno do mesmo núcleo: A menina morena é Marta.
B) Os pronomes átonos, quando exercem função de adjunto adnominal, têm valor de possessivos: Corrigiu-nos os defeitos (= Corrigiu nossos defeitos); Tocou-te o rosto (= Tocou teu rosto).

O adjunto adnominal confunde-se frequentemente com o complemento nominal, porém devemos nos lembrar de que este último, completa nomes abstratos: Tenho uma caixa de joias (Adjunto adnominal).

 

Sintaxe Termos da Oração – Adjunto Adverbial

É o termo de valor adverbial que indica circunstância do fato expresso pelo verbo, intensifica o sentido do verbo, do adjetivo ou do advérbio: Todos virão de Recife.

Morfologicamente, o adjunto adverbial pode vir representado por advérbio ou por expressão adverbial formada de preposição + substantivo (locução adverbial): Este menino fala pouco.

Classificação do Adjunto Adverbial
O adjunto adverbial é classificado de acordo com a circunstância que expressa, que pode ser:
1. De afirmação: Certamente faremos o planejado.
2. De assunto: Falaram sobre futebol.
3. De causa: Eu estava morrendo de saudade.
4. De companhia: Ela saiu com meus amigos.
5. De concessão: Acredito em todos eles apesar das acusações.
6. De conformidade: Conforme a mensagem chegará uma nova vida.
7. De dúvida: Talvez vá viajar.
8. De exclusão: Os homens correram para a vitória, exceto o meu primo.
9. De fim: Ele vive para a esposa
10. De instrumento: Feriu-se coma faca.
11. De intensidade: Ficaram muito felizes!
12. De lugar: Eu assisto em Goiânia.
13. De matéria: Tenho um vaso de porcelana.
14. De meio: O melhor é irmos de trem.
15. De modo: Ele fala manso.
16. Negação: Não conheço Uberaba.
17. Oposição: Lute contra ganância.
18. De origem: Meu pai veio de família rica.
19. Preço: A blusa custou dez reais.
20. De tempo: Eles conversaram pela manhã.

 

Aposto

É o termo de base substantiva que se refere a um substantivo ou pronome esclarecendo, seu sentido.
O aposto pode indicar explicação, especificação, enumeração ou resumo. Pode ser então:
» Explicativo:  Aquele é João, meu irmão.
» Especificativo: A cidade de Anápolis é agradável.

 

Vocativo

Vocativo é a palavra ou expressão usada quando nos dirigimos a um ou mais seres: Paulo, venha cá.

Observações: 
» O vocativo não pertence à estrutura da oração, não exercendo nenhuma função sintática; é estudado entre os termos da oração por motivo puramente didático.
» Por ser palavra ou expressão de entonação exclamativa, é sempre separado do resto da oração por pausa gráfica (vírgula, ponto exclamativo ou travessão): Crianças! Venham lanchar.
» O vocativo vem, muitas vezes, acompanhado pela preposição “ó”: Escuta, ó Deus, as nossas preces.

Revisão de Português: Sintaxe Termos da Oração

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta