Arquivos drama - Vestibular1

A Abóbada de Alexandre Herculano

A Abóbada de Alexandre Herculano. A Abóbada do Mosteiro da Batalha é o centro deste conto de Alexandre Herculano. O arquiteto Afonso Domingues, que se desdobrou para colocar D. João I no trono, estava construindo um mosteiro e no projeto fez uma abóbada incrível.

Quero ver

Como o Homem Chegou de Lima Barreto I

Como o Homem Chegou de Lima Barreto I. Deus está morto; a sua piedade pelos homens matou-o. Nietzsche – A polícia da república, como toda a gente sabe, é paternal e compassiva no tratamento das pessoas humildes que dela necessitam; e sempre, quer se trate de humildes, quer de poderosos, a velha instituição cumpre religiosamente a lei.

Quero ver

Manhã Transfigurada

Manhã Transfigurada. O padre, por sua vez, entra num dilema: corresponde ao amor de Camila ou se mantém fiel ao celibato? Enquanto isso, o sacristão fica possesso por um ódio surdo ao padre Ramiro.

Quero ver

A Cartomante de Machado de Assis II

A Cartomante de Machado de Assis II. Foi por esse tempo que Rita, desconfiada e medrosa, correu à cartomante para consultá-la sobre a verdadeira causa do procedimento de Camilo. Vimos que a cartomante restituiu-lhe a confiança, e que o rapaz repreendeu-a por ter feito o que fez.

Quero ver

Como o Homem Chegou de Lima Barreto II

Como o Homem Chegou de Lima Barreto II

Quero ver

Mar Morto de Jorge Amado

Mar Morto de Jorge Amado. A história se passa no Cais da Bahia, onde viviam os marinheiros, e um dos mais antigos era Seu Francisco que criava o sobrinho Guma, ensinando-lhe as leis do mar. Guma, com o tempo, tomou conta do saveiro chamado Valente.

Quero ver

A Normalista de Adolfo Caminha

A Normalista de Adolfo Caminha. Mas, graças ao talento do escritor Adolfo Caminha, acontece o milagre da criação literária: o texto se ilumina de uma aura de beleza e continua atraindo, ao longo dos anos, a atenção e o interesse de gerações e gerações de novos leitores.

Quero ver

Concerto Campestre de Luís Antonio de Assis Brasil

Concerto Campestre de Luís Antonio de Assis Brasil

Quero ver

Mar Morto de Jorge Amado II

Mar Morto de Jorge Amado. Guma alimentava seis meses de um desejo intenso. Chegando de Santo Amaro, Rodolfo levou-o para ver Lívia, que estava bela e tímida. Os tios dela, que tinham uma pequena quitanda e que foram salvos por Guma no acidente com o “Canavieiras”, não aceitavam o relacionamento, queriam que ele fosse embora, pois Lívia não podia esperar nada de um marinheiro mais pobre que eles.

Quero ver

Ana Terra de Érico Veríssimo

Ana Terra de Érico Veríssimo. Em sua singeleza, atraía-se pelo estranho, confirmando-se como aquela mulher desejável que enxergara no fundo das águas. Entregar-se àquele desconhecido foi um passo tão natural como o suceder das estações naqueles ermos.

Quero ver

Conto de Escola de Machado de Assis I

Conto de Escola de Machado de Assis I. A escola era na rua do Costa, um sobradinho de grade de pau. O ano era de 1840. Naquele dia – uma segunda-feira, do mês de maio – deixei-me estar alguns instantes na rua da Princesa a ver onde iria brincar a manhã.

Quero ver