Arquivos modernistas - Vestibular1

Antologia Poética Manuel Bandeira

Antologia Poética Manuel Bandeira. O poeta mais conhecido por nós, aquele que inspirou os modernistas com seus versos livres sem abandonar, entretanto, as cadências tradicionais, e que encontrou nesses versos o instrumento perfeito para a sua expressão lírica

Quero ver

Libertinagem de Manuel Bandeira

Libertinagem de Manuel Bandeira. Esta tem sido considerada a obra mais vanguardista de Manuel Bandeira, aquela em ele praticou mais livremente a própria liberdade formal, valendo-se de versos e estrofação irregulares e abandonando a rima, além de empregar largamente o coloquial

Quero ver

Madame Pommery de Hilário Tácito

Madame Pommery de Hilário Tácito. Aliás, muito da graça e do prazer da leitura se perde justamente se o leitor contemporâneo não dispuser de uma bagagem mínima de referências culturais brasileiras que estão na base do efeito satírico que a obra produz.

Quero ver

Madame Pommery de Hilário Tácito II

Madame Pommery de Hilário Tácito. Assim, sem perder de vista o panorama mais amplo da cultura brasileira, se não podemos alçar Madame Pommery de Hilário Tácito à condição de obra-prima, também não podemos ignorá-la, e muito menos as questões que ela suscita.

Quero ver

Pré-Modernismo

Pré-Modernismo. O Pré-Modernismo não pode ser considerado um escola literária, mas sim um período literário de transição do Realismo/Naturalismo para o Modernismo. De caráter inovador, a maioria de seus membros nãos e enquadra como Modernistas por não terem sobrevivido o suficiente para participar ou terem criticado o movimento.

Quero ver

Pré-Modernismo Triste fim de Policarpo Quaresma

Revisão de Literatura: Pré-Modernismo Triste fim de Policarpo Quaresma. Afonso Henrique de Lima Barreto nasceu em 1881 no Rio de Janeiro e aí morreu em 1922. Filho de pais mestiços e pobres, levou pelo resto da vida o fardo do preconceito de cor, que marcaria também sua obra literária.

Quero ver