Arquivos poetas - Vestibular1

Classicismo linguagem

Revisão de Literatura: Classicismo linguagem. A linguagem clássico-renascentista é a expansão das ideias e dos sentimentos do homem do século XVI. Seus temas e sua construção traduzem, de um lado, o espírito de aventuras trazido pelas navegações: de outro, refletem a busca dos modelos literários greco-latinos

Quero ver

Gêneros Literários

Revisão de Literatura: Gêneros Literários. Gêneros Literários: Gênero é o modo como se veicula a mensagem literária. Há grandes diferenças de conteúdo e de forma entre os textos.

Quero ver

Segunda fase do Modernismo

Revisão de Literatura: Segunda fase do Modernismo. Recebendo como herança todas as conquistas da geração de 1922, a segunda fase do Modernismo brasileiro se estende de 1930 a 1945. Período extremamente rico tanto em termos de produção poética quanto de prosa reflete um conturbado momento histórico: no plano internacional, vive-se a depressão econômica, o avanço do nazifascismo e a II Guerra Mundial; no plano interno, Getúlio Vargas ascende ao poder e se consolida como ditador, no Estado Novo.

Quero ver

Simbolismo Origens e Características

Revisão de Literatura: Simbolismo Origens e Características. Origens do Simbolismo. O Simbolismo configurou-se como doutrina na França, graças a poetas e doutrinadores do porte de Bandelaire, Riambauol e Mallarmé, mas seus percussores encontraram-se na literatura anglo-germânica. E aquilo que entre os franceses, no Simbolismo, se traduzia por novos temas e por uma subjetividade que controlava emoções, já era patente entre os românticos ingleses.

Quero ver

Simbolismo na Europa e nas Américas

Revisão de Literatura: Simbolismo na Europa e nas Américas. As características do simbolismo, o culto do vago, do mistério, a busca do ideal, somados ao desejo de encontro da “poesia pura”, irradiando-se na França a partir de 1857, data da publicação das Flores do Mal. Bandelaire é o primeiro grande nome do movimento, com sua poesia visionária, que, a um só tempo, conta a vida artificial das metrópoles, o desejo do desconhecido e o sonho de uma pátria “anterior”, de raiz platônica.

Quero ver

Admitindo o Gerúndio

Revisão de Português: Admitindo o Gerúndio. Escritores, poetas e compositores expressaram-se com primor utilizando uma das formas nominais do verbo, o gerúndio. Em Alegria, Alegria, por exemplo, Caetano Veloso usa o aspecto inacabado do gerúndio para exprimir a ideia de progressão indefinida de um processo (o caminhar).

Quero ver

Macete Literatura Parnasianismo

Macete Literatura Parnasianismo. Turbinando a memória – Macetes para decorar Literatura Parnasianismo. Macete para decorar o parnasianismo. É o parnasianismo; que prega a arte pela arte; com poemas descritivos (tchururururu); ignorando a realidade; mas se o que importa é a perfeição

Quero ver