Menu fechado
A caminho do vestibular e do Enem

A caminho do vestibular

Confira abaixo!

Quer entrar na universidade? Então é hora de se programar!

O ano já passou, o ano novo chegou e em breve vai ser a sua vez de prestar o vestibular! E aí? Como está a sua cabeça pra esse desafio? Preparado para encarar a maratona, ou pensando em deixar que as coisas aconteçam?

Bom, se você quer mesmo garantir a sua vaguinha, é melhor começar a se ajeitar a partir de agora. Não, você não precisa ‘matar’ suas férias ou cancelar aquela viagem com a família. O esquema é aproveitar esse período pra repor as energias e, a partir de fevereiro, encarar de frente os estudos.

Sempre oriento meus alunos a optar pelo método ‘homeopático’ de estudos para o vestibular. Ou seja, distribuir os esforços ao longo do ano. Deixar para concentrar os estudos para os momentos que antecedem o vestibular é um erro crasso, diz o coordenador do Cursinho da Poli, Edilson Adão. É totalmente prejudicial deixar o ano correr. Não há registro de alguém que tenha um bom desempenho desse jeito. A preparação começa no primeiro dia de aula e só termina no último dia de revisão.

DICAS VALIOSAS =>

– Curta – MUITO! – o período final das férias. Repor as energias agora é garantia de disposição para encarar o difícil ano que vem pela frente;

– Faça um planejamento das matérias e livros que devem ser estudados mês a mês;

– Crie uma rotina de estudos que seja confortável pra você;

– Estude todos os dias, sem exageros;

– Procure tratar a leitura das obras obrigatórias como um prazer;

– Tente participar de provas simuladas;

– Não deixe de fazer o ENEM;

– Leia provas corrigidas de vestibulares anteriores para saber o que a instituição espera do candidato;

– Treine a redação sempre e peça para alguém corrigir seus textos;

– Faça algum tipo de preparo psicológico durante o ano. A tranquilidade é um fator FUNDAMENTAL para um bom desempenho nas provas.

Se você está pensando em estudar por conta própria, faça um planejamento. Coloque no papel o que vai estudar, mês a mês. Quais livros vai ler, qual o volume de exercícios para cada matéria, o quanto vai treinar de redação, etc, etc, etc… parece chato? Pode até ser, mas lembre: uma preparação disciplinada é garantia de que nada vai passar despercebido. E mais. Se você conseguir encaixar tudo em uma rotina agradável, com um ritmo legal, não vai se sobrecarregar no fim. E também vai poder manter seus momentos de lazer – afinal, ninguém é de ferro.

Planejando o ‘pacote’ mensal, é ideal fazer um programa de estudo diário, ou seja, qual é o horário que vai assistir à aula, almoçar, estudar a tarde, estudar a noite, aconselha o coordenador do Anglo Vestibulares, Alberto Francisco Nascimento. Este programa deve contar também as atividades complementares, tais como curso de inglês e atividade física. Isso para saber o que fazer a cada dia e aproveitar bem as horas. É preciso ser metódico, para saber o que vai ter que fazer cada dia e cada hora. E, claro, seguir este cronograma rigidamente.

Estudando e treinando, estudando e treinando…

Em primeiro lugar, fuja da decoreba. Os grandes vestibulares estão, cada vez mais, se especializando em questões que exigem mais do que isso dos candidatos. Por isso, boa parte deles já tem – em algum momento – provas dissertativas. Em geral, isso ocorre na chamada segunda fase. Ainda assim, mesmo nas provas objetivas, não adianta saber tudo de química e não saber o que é MUV na física (Movimento Uniformemente Variado, lembra??).

O aluno deve estudar muito, muito. Dividir seu tempo entre todas as disciplinas e se policiar para não estudar só o que gosta, o que tem afinidade, alerta Adão. Os principais vestibulares cobram cada vez mais o conhecimento global. O aluno ‘especialista’ em história ou física, por exemplo, não interessa aos vestibulares como a Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

Por isso, treine. Faça muitos exercícios, simulados, provas interativas, Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), redação. Coloque em prática, teste seus conhecimentos. Os exercícios vão servir de parâmetro pra você saber como está evoluindo. Especialmente quando chegar a hora de fazer a revisão.

Mesmo pra quem não quer prestar o vestibular de inverno vale a pena fazer a prova para treinar. Sem exageros, um ou dois, no máximo, para treino. O importante é, durante o ano, o aluno ir estudando tranquilamente, diz Nascimento. Depois de um certo tempo, ele tem que começar a fazer revisão da matéria passada, para manter vivas, manter na mente, atualizadas, as matérias estudadas anteriormente.

Preparando a cabeça

Além dos benefícios óbvios de alongar a preparação durante todo o ano, manter o ritmo de estudos pode servir como um ‘remédio anti-stress’. A tensão é companheira indigesta do vestibulando. Mas uma boa preparação ameniza este fator. Ler muito, ver bons filmes e peças, participar de atividades culturais, são maneiras de relaxar e ao mesmo tempo elevar seu arcabouço cultural, o que certamente vai ajudar na hora H, afirma Adão.

MATERIAL DE ESTUDO

– Encare a redação, o monstro do vestibular

– Lista de livros: como ler, o que levar em conta

– Como estudar atualidades para o vestibular

– Aprenda com seus erros

– Na hora H, como se portar

– Alimentação: o lance é comer direito

Agora, o melhor mesmo é estudar pra valer. Não dê aquela ‘enganada’, porque, quando chegar a prova, você mesmo vai saber que não levou os estudos a sério. E isso – além de não ajudar nada nos estudos – vai fazer com que a sua insegurança venha a tona com toda força. No fim, o prejuízo vai ser só seu mesmo.

Deixar tudo para última hora é se auto-enganar. O estudo tem que ser como uma planta crescendo. Você tem uma muda e não adianta jogar uma tonelada de adubo e um caminhão de água em cima, porque mata a planta, alerta Nascimento. Como é que a planta cresce? Quando bem adubada, com água diariamente, com iluminação diariamente. Depois de um bom tempo ela está forte. O estudo é mesma coisa, você vai devagar. Quando chega no fim do ano, está preparado para enfrentar o vestibular.

Fonte: Universia

Confira como é o vestibular no mundo – Veja na seção!

Visite Faculdades e faça sua opção!

Visite nossa seção de Revisão OnLine e comece a revisar seus estudos!

 

Publicado em:Artigos

Você pode gostar também