Menu fechado
Vestibulandos sofrem com a crise no ensino, enem

Vestibulandos sofrem com a crise no ensino

Muitos estudantes do Ensino Médio, de escola pública, reclamam de carências e competição injusta com as escolas particulares.

A chamada, concorrência desleal no vestibular é a principal queixa entre alunos das escolas públicas em todo país.

Para quem está em vias de concluir o Ensino Médio, é normal falar em preparação para o vestibular, quando o aluno dá mais um passo do que “quer ser quando crescer”. Este é o “semestre dos vestibulares”, que normalmente acontecem entre outubro e dezembro. Mas essa realidade não é universal. A crise enfrentada pelo Ensino Médio no Brasil reflete-se mais ainda no Interior dos Estados, onde a principal dúvida do estudante público ao final dessa etapa de ensino não é qual curso escolher, mas se prossegue, ou pára de vez, com os estudos. O vestibular aparece como “um sonho distante”. Concorrência “desleal” com as escolas particulares, necessidade imediata de trabalhar para sustentar a família e falta de estrutura nas escolas são fatores que contribuem para a evasão escolar e o desestímulo de professores nesse ciclo vicioso.

Para muitos, realizar o sonho, só mesmo indo para Capitais ou cidades polo, já que as faculdades públicas de municípios pequenos só formam geralmente professores ou tecnólogos. Até conseguir o que quer, o estudante terá que passar por várias pedras no meio do caminho. E se conseguir, será uma exceção.

Foi o próprio Ministro da Educação, que anunciou, que o Ensino Médio brasileiro “enfrenta uma grave crise”. Um pouco antes, relatório da Câmara da Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE) previu um “apagão do Ensino Médio” no País nos próximos anos. A contar pelos dados dos censos escolares, essa luz já vem piscando faz muito tempo, uma problemática sólida, principalmente no Interior dos Estados.

Desigualdade marca trajeto, pois mesmo quando negam, muitos alunos de escola pública sentem-se menosprezados quando comparados às escolas particulares. Costuma dizer: não que eles sejam melhores, mas porque na escola particular tem tudo que a escola pública não oferece e nós só conseguimos se o professor tem boa vontade”.

Precariedade acontece também nas turmas da noite, o problema é mais grave, pois é onde há maior índice de reprovação e evasão escolar, pois a maioria dos alunos trabalha. Outros ainda, sofrem com outra carga, a responsabilidade de ajuda financeira à família. Como é que o aluno vai ter cabeça para estudar se tem uma família desestruturada e uma condição de renda desfavorável que exige que ele trabalhe para sobreviver?

Mais informações:

Censo escolar do seu município

www.mec.gov.br

Confira A Escolha que Conta- Veja na seção!

Conheça os Tipos de Vestibulandos existentes! Em qual será que você vai se identificar?

Não deixe de conhecer os Nossos Guias: de Como Escolher a Profissão, Planejamento do Tempo e Como Escolher onde Estudar. Tenha informações de carreiras, planejando o tempo e estudando no lugar certo! Exclusividade do Vestibular1.

 

Publicado em:Artigos

Você pode gostar também