Pais que São um Sucesso - Vestibular1

Pais que São um Sucesso

Pais que São um Sucesso

Pais que São um Sucesso

É sempre bom ter recursos para crescer e realizar sonhos. Recursos financeiros, bons relacionamentos ou exposição a experiências interessantes são o desejo da maioria das pessoas. Acredita-se que, quanto mais recursos dispomos, maiores serão as chances de obtermos sucesso em nossos empreendimentos.

Famílias de todas as classes sociais lutam para usufruir do que existe de melhor em educação para seus filhos. Visam o êxito desse jovem na vida adulta e, consequentemente, no mercado de trabalho. Entretanto, desobedecendo a lógica, é notável a quantidade de profissionais que, mesmo com tanto investimento, têm dificuldade de adaptação. Muitos nem sempre conseguem ingressar no mercado.

Apesar das escolas e faculdades de primeira linha, viagens, intercâmbio, cursos de idiomas, escolas bilíngues e, até mesmo, o carinho dos pais, não conseguem desenvolver uma carreira gratificante. É surpreendente presenciar um jovem que, apesar de tantos investimentos, não é capaz de alavancar seu próprio caminho. Ainda mais quando são filhos de adultos bem estabelecidos que ocupam posições de destaque e liderança em suas profissões.

Os jovens aos quais me refiro não são delinquentes. São excelentes filhos. Não dão trabalho. Obedientes, educados, cumpriram tudo o que foi sugerido. Lição de casa, natação, inglês, ballet, judô e tudo mais. Contrariando preconceitos, tão pouco são alienados. Entendem o contraste social em que vivem. Mesmo assim, frustram prerrogativas.

São inseguros, apáticos, teóricos e sem forças para persistir em qualquer iniciativa. Vivem a angústia de saber que foram preparados com o que existe de melhor. Ressentem-se por não conseguir crescer com autonomia e motivação. Será medo de fracassar? Será que, acostumados a testemunhar e usufruir o prestígio e o padrão de vida de seus pais, assumem o status da família como patamar mínimo de sucesso? Por isso, não sabem por onde começar? Em alguns casos, sim. Se verdadeiro, esse equívoco bloqueia qualquer chance de desenvolvimento individual.

O cenário piora à medida que pais orgulhosos de si mesmos, tentam reproduzir seu estilo através do filho. Incapazes de lidar com o fracasso, enxergam no adolescente, inexperiente e imaturo, uma ameaça à própria imagem. Abafam as iniciativas. Tradicionais, são avessos às novas ideias. Exigem atitudes e decisões além do que é possível para qualquer novato. Esquecem da própria juventude, dos erros que tiveram a oportunidade de cometer.

Do outro lado, estão esses filhos que amam e reconhecem seus pais como modelos. Ao contrário de se rebelarem, empenham-se em atender a essas expectativas, muitas vezes, absurdas. Perdem-se entre o que são e o que acreditam que deveriam ser. Deixam de construir suas opiniões para tentar descobrir o que seus pais fariam. Ignoram a satisfação de aprender que o erro é parte da vida, passível de conserto.

Paralíticos, não pagam seus preços. Dependem da intervenção da família. O caminho para o amadurecimento é trabalhoso. É preciso diferenciar-se da família de origem. Suportar a pressão, consequências e até a falta de apoio decorrentes de eventuais discordâncias. O que muitas vezes complica, é que essa nova postura impacta a todos. Abala a hierarquia familiar. Pais acostumados a serem o centro da família questionam. Não raro, rogam pragas com profecias assustadoras. Em nome do medo ou de uma vida harmoniosa, muitos desistem. Abandonam o que menos acreditam: a si mesmos.

Consciência e auto-conhecimento. Ainda são os melhores remédios. Afinal, divergências, conflitos de interesses ou opiniões sempre existirão. Em nome do respeito mútuo, os momentos de ruptura são inevitáveis. Isso não implica, necessariamente, em afastamento. É um marco na vida em família. O vínculo entre pais e filhos evolui para uma relação civilizada entre adultos. Amplia-se a noção de privacidade. O processo pode ser gratificante quando sabemos que não existe crescimento sem rompimento. Como a própria natureza nos ensina, a semente deve romper a terra para mundo que fruto oferece.

Por: Anaí Auada do site: www.profissoesecarreiras.com.br

 

Confira o Guia de como escolher a profissão e mais informações gerais de como escolher a profissão. Descubra os Tipos de Vestibulandos existentes! Saiba com qual vai se identificar! Confira A melhor maneira de estudar! Controle Emocional! Quando os Testes Falam Demais, Pais que São um Sucesso, Visite Faculdades e faça sua opção! Visite a seção de Carreiras ou veja Novos cursos Tecnológicos, conheça os tipos de ajuda que você pode ter com nossas informações e faça os testes. Visite Enem!

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!

Deixe uma resposta