Menu fechado
Conteúdo das Disciplinas para vestibular e enem por Vestibular1

Conteúdo das Disciplinas

Conteúdo das Disciplinas

Conteúdo das Disciplinas e Matérias

CONTEÚDO DAS DISCIPLINAS PARA VESTIBULAR E ENEM

1. Matemática
– Conjuntos numéricos: números naturais e números inteiros; números racionais e porcentagens; números irracionais; números reais; números complexos e suas representações na forma algébrica e trigonométrica.
– Sequências e séries; progressões aritméticas e geométricas;
– Sistema decimal e sistema binário.
– Expressões algébricas: operações, produtos notáveis, fatoração.
– Polinômios: propriedades fundamentais e operações.
– Equações algébricas, seus coeficientes e suas raízes.
– Análise combinatória, probabilidades e conceitos fundamentais da estatística descritiva.
– Matrizes, determinantes e sistemas lineares.
– Funções de 1º e 2º graus; funções exponenciais e logarítmicas; equações e inequações.
– Trigonometria; estudo das funções trigonométricas fundamentais e de seus gráficos; lei dos senos e lei dos cossenos; arcos e ângulos; equações trigonométricas.
– Geometria plana, figuras geométricas simples: reta, semirreta, segmento, ângulo plano, polígonos planos, circunferência e círculo; figuras planas; semelhança de triângulos e relações métricas nos triângulos; áreas de polígonos; círculos, coroas e setores circulares.
– Geometria espacial: cálculo de áreas e volumes; cilindro, cone, pirâmide, tronco, prisma e esfera.
– Geometria analítica: coordenadas cartesianas; distância entre dois pontos; equação da reta.

2. Física
– Mecânica: o nascimento da Física Clássica: fundamentos da História da Física Clássica; estudo dos movimentos em uma linha reta e em uma curva; posição, velocidade e aceleração; força e inércia; as três Leis de Newton; quantidade de movimento; movimento dos planetas; lei da gravitação universal e as três Leis de Kepler; energia, trabalho e potência; fontes de energia; recursos energéticos brasileiros; hidrostática e pressão.
– Termodinâmica: propriedades térmicas dos materiais; estudo dos gases; temperatura, volume e pressão; escala de temperatura absoluta; natureza do calor.
– Eletromagnetismo: fenômenos elétricos; interação entre corpos eletrizados; transformação de energia em circuitos de corrente contínua; fenômenos magnéticos; aplicações do eletromagnetismo e noções de corrente alternada; transformações de energia em usinas hidroelétrica, termoelétrica e termonuclear.
– Óptica: componentes básicos da visão; a luz e o olho; defeitos da visão; formação de imagens; caracterização do fenômeno de refração e leis da refração; lentes e espelhos planos e esféricos; instrumentos ópticos; luz visível e invisível; radiações eletromagnéticas.
– Ondas: ondas transversais e longitudinais; som, frequência, intensidade, timbre.
– Física Moderna e Contemporânea: fundamentos da História da Física Moderna; modelos atômicos e Física Quântica; radioatividade e os núcleos dos átomos; a velocidade da luz e a relatividade.

3. Química
– Estrutura da matéria: modelos atômicos (Dalton, Thomson, Rutherford e Bohr); número atômico e número de massa; elementos químicos, íons; propriedades gerais e específicas da matéria; substâncias puras e misturas;
– Estrutura atômica e ligações químicas: classificação periódica dos elementos químicos; ligações químicas; forças intermoleculares; polaridade das moléculas; número de oxidação;
– Funções inorgânicas: óxidos, ácidos, bases e sais;
– Constantes atômicas e moleculares: massa atômica e átomo-grama; massa molecular e molécula-grama; número de Avogadro e conceito de mol;
– Fases da matéria: fase sólida, líquida, gasosa e plasma; propriedades gerais; conceito de vapor e de tensão superficial de líquidos; mudanças de fase; gás ideal e leis dos gases ideais; pressão atmosférica;
– Reações químicas: leis ponderais das reações químicas: Lavoisier, Proust e Dalton; agente oxidante e redutor; balanceamento de reações químicas e cálculos estequiométricos simples.
– Termoquímica: reações exotérmicas e endotérmicas; calor de reação; energia de ligação; Lei de Hess.
– Eletroquímica: noções de Eletroquímica e suas aplicações em pilhas e processos de eletrodeposição.
– Soluções: conceito de soluções e classificação de soluções; solubilidade; soluções diluídas, concentradas, saturadas, supersaturadas e insaturadas; expressões de concentrações de soluções: g/L, p.p.m., título em massa e molaridade; diluição de soluções e misturas.
– Equilíbrio químico: reação reversível e o conceito de equilíbrio químico; constante de equilíbrio químico; grau de dissociação e grau de ionização; deslocamento, equilíbrio e o princípio de Le Chatelier; equilíbrio iônico na água; pH e pOH.
– Compostos de carbono: propriedades do átomo de carbono; tetravalência e formação de cadeias; ligações simples, duplas e triplas; classificação das cadeias carbônicas; aromaticidade; propriedades de condutividade elétrica, solubilidade, reatividade, densidade e resistência ao aquecimento, comparativamente às dos compostos inorgânicos.
– Funções orgânicas: conceitos fundamentais; relação entre estrutura e propriedades físicas: ponto de fusão, ponto de ebulição e solubilidade; propriedades químicas fundamentais e identificação das principais reações; compostos orgânicos complexos: identificação das estruturas e dos grupos funcionais presentes;
– Separação de misturas, reações orgânicas: esterificação, saponificação, reações de oxidação de alcoóis.

4. Biologia
– Níveis de organização da matéria: a posição do homem na biosfera e a interdependência sociedade – natureza.
– Organização molecular da matéria viva: situação do nível molecular entre os níveis integrativos de organização da matéria viva; biomoléculas: características e funções; o papel da água e dos compostos inorgânicos.
– Organização celular: situação do nível celular entre os demais níveis integrativos; propriedades emergentes que caracterizam o nível celular; células procarióticas e eucarióticas; origem da célula eucariótica e evolução da pluricelularidade; membranas biológicas; transferências de substâncias e relações da célula com o meio; as organelas celulares: caracterização, relação estrutura.
– função; bioenergética, fermentação, quimiossíntese, fotossíntese e respiração; o núcleo e os cromossomos; o DNA como material genético; replicação do DNA; o DNA e a coordenação do metabolismo celular; transcrição e tradução; processos de divisão celular em procariotos e eucariotos; fissão binária, mitose e meiose; sistemas biomoleculares não-celulares: os vírus.
– Nível orgânico: situação do nível dos organismos entre os demais níveis integrativos; propriedades emergentes que caracterizam os organismos; organismos autótrofos e heterótrofos; estratégias de obtenção de energia; fisiologia vegetal comparada: absorção, condução, crescimento, reprodução; fisiologia animal comparada: revestimento, sustentação, locomoção, digestão, respiração, circulação, excreção, integração e coordenação de sistemas fisiológicos; a preservação da espécie e os mecanismos de reprodução sexuada e assexuada; aspectos da sexualidade humana e planejamento familiar; etapas do desenvolvimento embrionário; genética e Leis de Mendel; padrões de herança; fenótipo, genótipo e meio ambiente; mutações gênicas; genética de populações.
– Nível ecológico de organização: propriedades emergentes que caracterizam o nível ecológico; conceito de ecossistema; fatores bióticos e abióticos; cadeias e teias alimentares; relações entre os seres vivos; doenças, endemias e epidemias; a poluição ambiental e a ação do homem sobre os ecossistemas; tópicos de educação ambiental.
– Evolução e diversidade biológica: a evolução e as questões históricas e filosóficas; o papel unificador da Teoria da Evolução na Biologia; Teoria Darwiniana da Evolução; Teoria Sintética da Evolução (Neodarwinismo); origem da vida: evolução dos grandes grupos; caracterização taxonômica; noções de sistemática biológica.

5. História
– O mundo greco-romano: instituições políticas; a colonização grega, o helenismo e o império romano; mito e pensamento na Antiguidade Clássica.
– Idade Média: feudalismo, mentalidade e religiosidade; os árabes e a expansão muçulmana.
– Formação do mundo moderno; a ascensão da burguesia e a formação dos estados nacionais; expansão mercantil europeia, descobertas marítimas e colonizações; o Renascimento e as Reformas Religiosas.
– Ocupação territorial e colonização portuguesa do Brasil.
– Sistema colonial no Brasil: natureza e caracterização da sociedade brasileira.
– A era revolucionária: revoluções inglesas do século XVII; nascimento das fábricas; a Revolução Francesa; movimentos de independência nas Américas.
– Desagregação do sistema colonial no Brasil e movimentos de rebeldia e emancipação.
– A independência do Brasil e a consolidação do regime monárquico.
– Expansão econômica no Brasil e a questão do trabalho escravo e do trabalho livre.
– Nacionalismo e utopias no século XIX.
– Expansionismo europeu no século XIX.
– O regime republicano brasileiro e sua consolidação: estrutura do poder; expansão agrícola e crescimento industrial; movimentos sociais rurais e urbanos.
– Revolução Russa.
– Primeira Guerra Mundial e a Crise de 1929.
– Crise política de 1930: Vargas e o Estado Novo.
– Nazismo alemão e fascismo italiano.
– Segunda Guerra Mundial.
– Guerra Fria.
– Reorganização política e populismo no Brasil.
– Nacionalismo e desenvolvimento no Brasil dos anos 50.
– Cidade, industrialização e os problemas urbanos brasileiros.
– Governos militares de 1964 a 1985 no Brasil.
– Produção e movimentação cultural nos anos 60.
– Redefinições políticas e econômicas nos anos 80 e 90.
– Democratização política e movimentos sociais pós-governos militares no Brasil.
– Os anos 90, a implementação de políticas neoliberais no Brasil e a resistência a essas políticas.

6. Geografia
– A organização do espaço geográfico nacional e mundial e suas representações.
– O processo de industrialização nos países desenvolvidos e subdesenvolvidos.
– A urbanização X a industrialização.
– O crescimento das cidades: as megalópoles, as metrópoles e os centros regionais.
– A relação campo – cidade.
– A questão agrária e agrícola.
– A concentração de terras e a especulação imobiliária.
– A estrutura fundiária no Brasil.
– A agroindústria, a pecuária, o extrativismo no Brasil.
– Os domínios morfoclimáticos brasileiros e mundiais.
– A questão ambiental: preservação e conservação dos recursos naturais no Brasil e no mundo.
– A poluição do ar e das águas.
– A divisão regional do Brasil: divisão oficial do IBGE (as cinco macro-regiões).
– A população brasileira: crescimento vegetativo, as desigualdades sociais, o desemprego e a questão da moradia.
– O processo migratório: a migração campo – cidade.
– A divisão internacional do trabalho: os países capitalistas desenvolvidos; a dependência econômica: os países subdesenvolvidos.
– O processo de descolonização afro-asiático.
– A URSS, o Leste Europeu e o fim da Guerra Fria.
– A globalização e a formação dos blocos econômicos.
– O continente americano e as relações internacionais: EUA, Canadá e América Latina.

7. Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Redação
– Capacidade de trabalhar com uma ampla gama de modalidades de organizações textuais, inclusive as técnicas.
– Capacidade de adequar vocabulário e sintaxe a essas modalidades.
– Capacidade de compreender (interpretar) e redigir textos, inclusive técnicos.
– Capacidade de observar princípios de coesão e coerência no texto.
– Compreensão do papel da Literatura Brasileira, abordando-se teses, princípios básicos e suas características, além de obras e de autores expressivos dos vários períodos, focalizados por meio de fragmentos de textos.
Na redação, o candidato deverá demonstrar capacidade de se expressar na modalidade escrita da linguagem, e, principalmente, de produzir textos críticos, utilizando adequadamente as bases instrumentais da língua, como acentuação, ortografia, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, e princípios de coesão e coerência.
A correção da redação levará em conta as seguintes competências: demonstrar domínio da norma culta da linguagem escrita; compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo; selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação com clareza.

8. Inglês
Compreensão de textos.
Capacidade de compreender ideias gerais e específicas por meio da análise de textos selecionados de livros, jornais ou revistas (publicações recentes), de nível intermediário, que abordem temas culturais, literários e científicos.
Estruturas linguísticas: os tópicos gramaticais exigidos para a compreensão dos textos são as seguintes: frase nominal: substantivo (gênero e número), adjetivo (graus comparativo e superlativo), modificadores do substantivo (artigos, demonstrativos, indefinidos).
Frase verbal: verbo (tempo, modo; voz; verbos modais), modificador do verbo (advérbio).
Pronomes.
Conectivos.
Preposições e locuções prepositivas.
Estruturas de frases simples e complexas: coordenação, subordinação e orações reduzidas.

Confira mais informações sobre essas matérias em nossa seção de Revisão OnLine!

Conteúdo das Disciplinas e Matérias para vestibulares e Enem por Vestibular1.

Publicado em:As Novidades

Você pode gostar também